Miguel Guimarães acusa: Segurança clínica “está a ser colocada em causa”
DATA
03/04/2019 11:40:01
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Miguel Guimarães acusa: Segurança clínica “está a ser colocada em causa”

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, avançou ontem publicamente que vai “ter uma atitude mais forte” e ameaçou responsabilizar o Ministério da Saúde pela “insegurança clínica”.

Foi no final de uma reunião com a ministra da Saúde, Marta Temido, que decorreu ontem em Lisboa, que o bastonário acusou: “Em muitas unidades de saúde, a segurança clínica está a ser posta em causa, por deficiências várias, que começam no capital humano”. E acrescentou: “Temos dito muitas vezes que a principal característica do Serviço Nacional de Saúde (SNS) são as pessoas. São os profissionais de saúde que fazem a saúde todos os dias, para que os portugueses possam ter melhor qualidade de vida.

De acordo com Miguel Guimarães, as deficiências não são só ao nível do capital humano, mas também ao nível das condições físicas de trabalho, de equipamentos e dispositivos. Como tal, defendeu ser “preciso tomar uma atitude diferente neste domínio”, porque “o Estado tem de garantir a segurança dos doentes, tem de garantir aquilo que é o tempo recomendado para a relação médico-doente, para estes poderem expressar aquilo que lhes vai na alma e a sua história clínica. e terem daí uma atitude que seja benéfica para eles”.

Segundo o responsável, “[estas questões] têm que ver com a proteção do doente e com o ato médico, questão que continua em negociação com o Ministério da Saúde, no sentido da proteção do doente”, referiu, garantindo: “Vamos continuar a insistir, mas responsabilizando, desta vez, o Ministério da Saúde pela insegurança clínica”.

O bastonário desejou ainda “boa sorte” aos sindicatos dos médicos para a reunião de hoje com a ministra da Saúde e disse que estes “têm de ser exigentes naquilo são os direitos dos médicos, todos os direitos dos médicos”.

Serviço Nacional de Saúde – 40 Anos
Editorial | Jornal Médico
Serviço Nacional de Saúde – 40 Anos

Reler as origens do Serviço Nacional de Saúde ajuda a valorizar o presente e pode ser uma forma de aprender para investir no futuro com melhor fundamentação

Mais lidas