Lusíadas é a empresa mais atrativa para trabalhar na área da prestação de cuidados de saúde
DATA
11/04/2019 10:52:11
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Lusíadas é a empresa mais atrativa para trabalhar na área da prestação de cuidados de saúde

A Lusíadas Saúde foi considerada a empresa mais atrativa para trabalhar na área da prestação de cuidados de saúde, num estudo independente de employer brand desenvolvido pela Randstad.

O “Employer Brand Research” é conduzido junto da população ativa nacional, sendo que a Lusíadas Saúde foi considerada pela 2ª vez em quatro anos no Top 20 das empresas mais atrativas para trabalhar em Portugal.

“Esta distinção vem reconhecer a estratégia da Lusíadas Saúde na captação e retenção de talentos e a aposta contínua na formação dos seus profissionais”, afirma a manager of talent development da Lusíadas Saúde, Sofia Fernandes.

“Saber cuidar é uma característica comum a todos os que fazem parte do grupo Lusíadas Saúde e acreditamos que, para atingir o potencial total da nossa organização, precisamos de ouvir e compreender as necessidades das pessoas que trabalham connosco diariamente. O desenvolvimento do capital humano é um dos principais pilares da nossa empresa e acreditamos que só desta forma conseguimos estabelecer uma confiança mútua que nos permite, no fim do dia, oferecer cuidados de saúde e qualidade de excelência”, revela o CEO da Lusíadas Saúde, Vasco Antunes Pereira.

O “Randstad Employer Brand Award” identifica as empresas que têm maior capacidade de atração no mercado de trabalho, considerando critérios como as oportunidades de carreira, a compensação salarial, o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, a formação, entre outros. 

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas