Jornal Médico Grande Público

Portugueses caminham pela continuidade de um hospital pediátrico em Lisboa
DATA
17/04/2019 14:59:40
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Portugueses caminham pela continuidade de um hospital pediátrico em Lisboa

A Plataforma Cívica em Defesa de um Novo Hospital Pediátrico em Lisboa vai promover, em apoio à Liga dos Amigos do Hospital Dona Estefânia, a 8ª Corrida/Caminhada Dona Estefânia no próximo dia 4 de maio, em Lisboa.

Esta iniciativa tem como objetivo alertar a Sociedade Civil para a necessidade de manter em Lisboa um hospital dedicado às crianças.

“Desde 2012 que este evento, inserido nas comemorações do Dia da Mãe, junta por ano mais de duas mil pessoas, na sua maioria famílias, membros de associações de doentes e profissionais ligados à condição da criança. Todos eles partilham o sentimento de que se deve manter um hospital pediátrico autónomo e diferenciado em Lisboa, embora próximo e articulado com um hospital geral”. afirma o representante da Plataforma, Mário Coelho.

Para Gentil Martins, membro da Plataforma, “a solução pode passar também pela criação de um novo hospital dedicado exclusivamente às crianças, por forma a assegurar um tratamento eficaz num ambiente favorável a este grupo etário”.

A 8ª Corrida/Caminhada - Festa Dona Estefânia terá início às 9h30, no Passeio Marítimo de Alcântara, junto à antiga Feira Internacional de Lisboa (FIL), e vai contar com uma corrida de 10 quilómetros com um percurso cronometrado para atletas, e com uma caminhada solidária de 4 quilómetros. Os atletas Rosa Mota e Carlos Lopes e a jornalista Fernanda Freitas são os padrinhos desta edição.

As inscrições podem ser realizadas por email (Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.), ou através do seguinte link: http://xistarca.pt/eventos/corrida-dona-estefania. Todos os fundos angariados revertem a favor da Liga dos Amigos do Hospital Dona Estefânia.

Relatório Primavera: verdades e consequências
Editorial
Rui Nogueira
Relatório Primavera: verdades e consequências

“Ó Costa aguenta lá o SNS” foi o pedido de António Arnaut em maio do ano passado, poucos dias antes de nos deixar. Mas o estado da saúde em Portugal está mal ou bem ou vai indo? Está melhor ou pior? O SNS dá as respostas úteis às necessidades de saúde da população? O Relatório de Primavera ajuda a fazer interpretações fundamentadas.

news events box

Mais lidas