Jornal Médico Grande Público

SPH: Espinho é a capital da hipertensão 2019
DATA
08/05/2019 11:37:10
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


SPH: Espinho é a capital da hipertensão 2019

No dia 17 de maio assinala-se o Dia Mundial da Hipertensão (DMH) e a cidade eleita pela Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) para acolher as atividades comemorativas é Espinho. O DMH é uma iniciativa da World Hypertension League, à qual a SPH se associa, que tem como objetivo alertar a população para a hipertensão arterial (HTA), doença silenciosa que afeta 42% dos portugueses.

Neste dia, em colaboração com a Câmara Municipal de Espinho, a SPH pretende sensibilizar a comemorações mundiais cujo lema é: “Conheça os seus valores. Controle a sua pressão arterial”. A SPH relembra a importância de medir a pressão arterial (PA) frequentemente, cujos valores devem ser inferiores a 14/9. Praticar exercício físico regular, adotar uma alimentação saudável com baixo teor de sal e cumprir a toma da medicação prescrita fazem também parte das mensagens que a SPH quer transmitir neste dia.

“Em Portugal, apesar de quase 75% dos hipertensos estar sob medicação, o controlo chega a pouco mais de 40%, e numa grande fatia este problema é causado pela falta de adesão à terapêutica” refere o presidente da SPH, Vítor Paixão Dias e explica “infelizmente, muitos doentes não cumprem a medicação ou abandonam a mesma, porque é uma doença silenciosa. E isto leva muitas vezes a um deficiente controlo da PA. É preciso medir a pressão arterial com regularidade. E é para isso que queremos alertar neste dia e durante o mês da medição”.

A Capital da Hipertensão 2019 vai ter as atividades centradas no Parque João de Deus, em Espinho. Para assinalar o DMH, médicos e enfermeiros realizam rastreios gratuitos à PA, glicémia capilar, índice de massa corporal, além de prestarem aconselhamento nutricional. Durante o dia a população está convidada a juntar-se às sessões de atividade física para jovens e seniores e também às sessões de esclarecimento para adultos intituladas “Hipertensão Arterial e Estilos de Vida”. Os rastreios têm início às 9h30 e terminam às 19h.

Relatório Primavera: verdades e consequências
Editorial
Rui Nogueira
Relatório Primavera: verdades e consequências

“Ó Costa aguenta lá o SNS” foi o pedido de António Arnaut em maio do ano passado, poucos dias antes de nos deixar. Mas o estado da saúde em Portugal está mal ou bem ou vai indo? Está melhor ou pior? O SNS dá as respostas úteis às necessidades de saúde da população? O Relatório de Primavera ajuda a fazer interpretações fundamentadas.

news events box

Mais lidas