Fundação Amélia de Mello apoia investigação em Síndrome de Angelman
DATA
23/05/2019 10:38:46
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Fundação Amélia de Mello apoia investigação em Síndrome de Angelman

A Fundação Amélia de Mello, em parceria com a Associação Síndrome de Angelman Portugal, instituiu a Bolsa Pedro José de Mello Costa Duarte 2019, uma iniciativa que apoia a investigação em Síndrome de Angelman.

Esta bolsa destina-se a profissionais, estudantes e investigadores das áreas médicas e biomédicas, individualmente ou integrados em equipas, que desenvolvam trabalhos de investigação e estudos em Síndrome de Angelman, designadamente em áreas de protocolos para diagnóstico, terapêutica e investigação biomédica.

As candidaturas estão já abertas e os trabalhos podem ser submetidos até 30 de outubro. O regulamento pode ser consultado em www.fundacaoameliademello.org.pt .

COVID e não-COVID: Investimentos para resolver novos e velhos problemas
Editorial | Rui Nogueira, Médico de Família e presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
COVID e não-COVID: Investimentos para resolver novos e velhos problemas

Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência terminou e o estado de calamidade passou, mas o problema de saúde mantem-se ativo. É urgente encontrar uma visão inovadora e adotar uma nova estratégia. As unidades de saúde precisam de encontrar respostas adequadas e seguras.

Mais lidas