Reunião da Primavera SPDV: dermatologia uma especialidade com vitalidade
DATA
28/05/2019 11:55:05
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Reunião da Primavera SPDV: dermatologia uma especialidade com vitalidade

Realizou-se a 24 e 25 de maio a Reunião da Primavera SPDV 2019 na Curia. Os 200 congressistas tiveram a oportunidade de aliar esforços e debater o estado de arte da Dermatologia, formal e informalmente, com aqueles que consigo levam a especialidade além-fronteiras.

Para o vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV), António Massa a reunião serviu também para alertar para a importância da dermatologia presencial: “No momento atual parece-me ainda prematuro querer transformar a teledermatologia numa consulta de observação, para se ter um diagnóstico é necessário palpar a pele, fazer o toque da lesão, avaliar a dureza, a infiltração, portanto tenho a certeza que a eficácia associada ao diagnóstico é superior presencialmente, assim como o tratamento.”

Paulo Lamarão, secretário-geral da SPDV, afirma: “ Todos os participantes no final desta reunião ficam com a noção de que a dermatologia é uma especialidade com vitalidade, com uma projeção a nível nacional e internacional que faz com que os nossos doentes reconheçam o dermatologista e reconheçam a especialidade como aquela que está mais apta a tratar os problemas cutâneos e a manter a pele sã.”

O secretário-geral ressalvou também a escolha dos principais temas que foram debatidos este ano: “Escolhemos nesta reunião a participação do grupo das doenças sexualmente transmissíveis (venereologia) e do grupo da dermatologia pediátrica, no futuro iremos obviamente ter a participação de outros grupos de trabalho ligados a diferentes temas científicos.”

O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo
Editorial | Jornal Médico
O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo

O Novo Livro Azul da APMGF é um desejo e uma necessidade. Volvidos 30 anos é fácil constatar que todos os princípios e valores defendidos no Livro Azul se mantêm incrivelmente atuais, apesar da pertinência do rejuvenescimento que a passagem dos anos aconselha. É necessário pensar, idealizar e projetar a visão sobre os novos centros de saúde, tendo em conta a realidade atual e as exigências e necessidades sentidas no futuro que é já hoje. Estamos a iniciar um novo ciclo!

Mais lidas