Jornal Médico Grande Público

APHP promove Open Day com sessões de esclarecimento e Workshops para doentes
DATA
28/05/2019 15:26:39
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



APHP promove Open Day com sessões de esclarecimento e Workshops para doentes

No dia 31 de maio, o Centro Hospitalar e Universitário do Porto promove o Dia Aberto para profissionais de saúde e doentes, um evento que encerra as comemorações do Dia Mundial da Hipertensão Pulmonar.

A iniciativa é organizada pela Associação Portuguesa de Hipertensão Pulmonar (APHP) e a Unidade de Doença Vascular Pulmonar do Centro Hospitalar Universitário do Porto.

Neste encontro, vão ser debatidos vários temas relacionados com a hipertensão pulmonar, tais como a importância de um hospital terciário e universitário na prestação de cuidados em doenças raras, história, competências e obrigações da Unidade de Doença Vascular Pulmonar, o papel da associação de doentes na definição das políticas de saúde para a HP e a perspetiva do doente de hipertensão pulmonar. As sessões vão reunir uma lista privilegiada de oradores: Prof. Dr. José Barros, Diretor Clínico do Centro Hospitalar e Universitário do Porto, Prof. Dr. Abílio Reis, Coordenador da Unidade de Doença Vascular Pulmonar do Centro Hospitalar e Universitário do Porto, Dr.ª Maria João Saraiva, Presidente da APHP e Ângela Leão, que irá partilhar o seu testemunho enquanto doente.

As apresentações da manhã culminam numa Mesa Redonda que irá envolver todos os intervenientes das sessões anteriores e onde serão discutidas algumas questões que, atualmente, colocam em causa a saúde e bem-estar dos doentes e que têm vindo a ser alvo de discussão e intervenção por parte da APHP, junto dos grupos parlamentares. Ao longo de todo o dia, vão decorrer ainda sessões de carácter educativo para o doente, nomeadamente workshops de reabilitação cardiorrespiratória, aconselhamento nutricional e acompanhamento psicológico e social.

A Hipertensão Pulmonar é uma disfunção que surge devido à alteração da circulação sanguínea nas artérias dos pulmões e que está associada a outras doenças. Geralmente, o primeiro sinal da doença é a sensação de falta de ar aquando da prática de exercício físico, provocando cansaço. Com o tempo, aparecem novos sintomas tais como: inchaço nos tornozelos ou pernas, tonturas, pulso acelerado, tosse, desmaios e aperto no peito, principalmente durante a prática de exercício físico. Trata-se de uma patologia progressiva e grave, que afeta 25 milhões de pessoas em todo o mundo, cujo prognóstico depende do quão avançada está a doença e do grau de lesão do ventrículo direito.

Relatório Primavera: verdades e consequências
Editorial
Rui Nogueira
Relatório Primavera: verdades e consequências

“Ó Costa aguenta lá o SNS” foi o pedido de António Arnaut em maio do ano passado, poucos dias antes de nos deixar. Mas o estado da saúde em Portugal está mal ou bem ou vai indo? Está melhor ou pior? O SNS dá as respostas úteis às necessidades de saúde da população? O Relatório de Primavera ajuda a fazer interpretações fundamentadas.

news events box

Mais lidas