Candidaturas abertas para o Prémio Healthcare Excellence
DATA
30/05/2019 16:11:17
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Candidaturas abertas para o Prémio Healthcare Excellence

Já se encontra a decorrer a fase de candidaturas à 6.ª edição do Prémio Healthcare Excellence, promovido pela Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH), em parceria com a biofarmacêutica AbbVie.

Esta iniciativa pretende distinguir a excelência na gestão de unidades de saúde, reconhecendo as boas práticas no domínio da melhoria do serviço aos utentes. Os interessados têm até 30 de junho para submeterem as suas candidaturas.

Podem candidatar-se ao Prémio Healthcare Excellence equipas de profissionais de saúde, que integrem administradores hospitalares e gestores de unidades de saúde, públicas e privadas, cujos projetos tenham sido implementados no ano de 2018 e que tenham resultado numa melhoria da segurança, do acesso, da eficiência, da participação ou dos resultados obtidos nos cuidados de saúde.

As candidaturas ao Prémio Healthcare Excellence estão abertas até dia 30 de junho, sendo formalizadas mediante a apresentação de uma descrição resumida do projeto, que permita compreender e evidenciar o seu contributo, submetida para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Todas as candidaturas serão avaliadas por um júri independente que integra quatro profissionais de reconhecido mérito na área da saúde, a quem caberá a seleção dos melhores projetos.

Os projetos selecionados serão apresentados e defendidos pelos autores em sessão pública a realizar no dia 18 de outubro, em Braga. No decurso desta sessão será eleito pelo júri o vencedor da edição 2019 do Prémio Healthcare Excellence, sendo-lhe atribuído um Prémio no valor de 5.000 euros.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas