Jornal Médico Grande Público

Unicef lança campanha de angariação de fundos para combater anemia em Cabo Verde
DATA
09/08/2019 11:29:02
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Unicef lança campanha de angariação de fundos para combater anemia em Cabo Verde

O Unicef Portugal anunciou hoje o lançamento de uma campanha de angariação de fundos para apoiar a distribuição de suplementos de ferro em Cabo Verde, onde 43% dos menores de cinco anos sofrem de anemia.

Sob o lema “Solidariedade de Ferro”, a campanha da secção portuguesa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) visa recolher donativos que permitam continuar a distribuir suplementos de minerais e vitaminas para compensar "as carências de uma alimentação pouco variada e pobre em carne e peixe" das crianças cabo-verdianas.

"Junto da população cabo-verdiana, foi identificada uma percentagem muito elevada de crianças menores de cinco anos com anemia, 43 por cento. Este é um grave problema de saúde pública, que afeta de forma irreversível o desenvolvimento mental e físico das crianças", adianta a organização.

A diretora executiva do Unicef Portugal, Beatriz Imperatori, apelou, por isso, ao “donativo dos portugueses" que permitirá "às famílias cabo-verdianas garantir que a refeição dos seus filhos contém os micronutrientes necessários para um crescimento saudável”.

Segundo Beatriz Imperatori, "com apenas 32,24 euros" é possível garantir uma nutrição equilibrada para 10 crianças durante seis meses.

Cabo Verde tem em curso, desde 2017, uma campanha de distribuição de suplementos de ferro e vitaminas, devido à elevada prevalência da anemia no país que, no início desta campanha, atingia 52% desta população.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) classifica como “um problema grave de saúde pública” qualquer prevalência de anemia acima dos 40%.

A campanha abrange os jardins de infância e serviços de saúde do arquipélago e é financiada pelo Unicef.

As autoridades cabo-verdianas preveem uma diminuição de 20% da prevalência da anemia em Cabo Verde.

Relatório Primavera: verdades e consequências
Editorial
Rui Nogueira
Relatório Primavera: verdades e consequências

“Ó Costa aguenta lá o SNS” foi o pedido de António Arnaut em maio do ano passado, poucos dias antes de nos deixar. Mas o estado da saúde em Portugal está mal ou bem ou vai indo? Está melhor ou pior? O SNS dá as respostas úteis às necessidades de saúde da população? O Relatório de Primavera ajuda a fazer interpretações fundamentadas.

news events box

Mais lidas