Gene Grik1 identificado como responsável pela desorientação em indivíduos com síndrome de Down
DATA
04/11/2019 11:31:25
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Gene Grik1 identificado como responsável pela desorientação em indivíduos com síndrome de Down

Um estudo publicado no início do mês na Nature Communications, levado a cabo por investigadores do Instituto de Neurociências de Alicante, identifica o gene Grik1 como o responsável pelos problemas de orientação espacial nas pessoas com síndrome de Down.

O gene Grik1 está situado no cromossoma 21, existente em número ímpar nos indivíduos com síndrome de Down. Fundamental na comunicação neuronal para a regulação da libertação do principal neurotransmissor inibitório no cérebro – o GABA –, o gene desempenha um papel importante no equilíbrio entre a excitação e a inibição cerebral.

Quando a regulação não é funcional, os circuitos neuronais deixam de funcionar corretamente, permitindo o surgimento de patologias como a ansiedade, a depressão, a esquizofrenia, o transtorno bipolar e transtornos do espetro autista.

No estúdio do Instituto de Neurociências, os cientistas viram em modelos de ratos a síndrome de Down associada ao desequilíbrio entre a excitação e inibição de determinados circuitos neuronais do hipocampo, relacionado com a memória e a orientação de espaço. Através de técnicas de manipulação genética, a dose de Grik1 foi normalizada, permitindo a reversão do desequilíbrio entre a excitação e a inibição.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas