Mais de 600 pessoas em “cimeira” sobre inovação em saúde
DATA
14/11/2019 16:13:13
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Mais de 600 pessoas em “cimeira” sobre inovação em saúde

Mais de 600 pessoas, entre os quais profissionais de saúde e gestores hospitalares, de instituições públicas e privadas, participarão na segunda edição da Clinical Summit, uma organização do grupo Lusíadas Saúde que decorrerá no dia 16 de novembro, no Centro de Congressos do Estoril, a partir das 09h30.

“The Circle of Life” é o mote de um encontro que tem a ambição de proporcionar a todos os participantes um momento inspirador para refletirem sobre a constante evolução da Medicina. Neste evento serão debatidos diversos temas decorrentes do cruzamento das várias fases da vida do ser humano e as suas ligações ao crescimento da investigação, da tecnologia, da medicina e do profissional de saúde. A inovação em saúde é o elemento transversal a todos os temas.

“Uma das nossas grandes ambições é a constante simbiose entre a investigação científica, as competências técnicas e a tecnologia de ponta, assentes numa relação humana que comporte empatia, compaixão e, essencialmente, unicidade. Neste encontro espelhamos essa nossa pretensão e contamos com o apoio de profissionais de renome nacional e internacional para juntos, refletirmos sobre a constante evolução da medicina e fazer deste um dos momentos de referência do ano na área da saúde”, explica Eduarda Reis, presidente do Conselho Médico da Lusíadas Saúde.

A visão do doente, a demonstração da importância da qualidade, os desafios do profissional de saúde, o impacto das tecnologias e a sustentabilidade do sistema de saúde são alguns dos ângulos a abordar nesta iniciativa.

A conferência terá ainda um espaço dedicado à apresentação e partilha de trabalhos científicos, desenvolvidos em instituições nacionais e internacionais. No dia 15 de novembro o evento, estão agendados quatro workshops dedicados a diferentes temáticas.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas