Lusíadas debate estado da saúde de norte a sul do país
DATA
14/11/2019 16:29:21
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Lusíadas debate estado da saúde de norte a sul do país

A Lusíadas Saúde vai promover, amanhã, 15 de novembro, quatro workshops, em várias unidades do grupo, para debater temáticas relacionadas assuntos de destaque no atual panorama da saúde.

A pesquisa bibliográfica e publicação científica, cuidados paliativos, a otimização dos resultados em saúde e a comunicação em serviços de saúde os temas centrais das sessões que, posteriormente, se estendem a um debate alargado.

O Hospital de Cascais debruça-se sobre a importância da academia e, entre as 09h30 e as 18h30, recebe um workshop que pretende dotar os participantes de conhecimentos essenciais na elaboração e publicação de artigos em revistas científicas, bem como na apresentação de trabalhos.

Entre as 14h00 e as 19h30, na Clínica de Stº António, a Lusíadas Saúde promove uma formação dedicada à temática “Cuidados paliativos: olhar o presente e antecipar o futuro”, cujo objetivo principal é discutir os modelos organizacionais nesta área e apresentar experiências que ilustram alguns dos temas atuais e controversos na área dos cuidados paliativos.

A norte, o Hospital Lusíadas Porto, será, das 14h às 18h30, palco do workshop “Como melhorar a prestação de cuidados para otimizar os resultados em saúde?”. Numa altura em que as instituições de saúde do mundo inteiro procuram a sustentabilidade do sistema, o objetivo desta formação é analisar projetos clínicos, com enfoque no valor, e o desenvolvimento de redes de referenciação.

Por sua vez, o Hospital Lusíadas Lisboa recebe a sessão “soft skills & comunicação em serviços de saúde” para um momento dedicado a explorar formas de implementar uma comunicação adequada e cuidar de si próprio para evitar situações insustentáveis de stress e de burnout. O workshop decorre entre as 14h e as 18h30.

As 4 formações antecedem o II Lusíadas Clinical Summit, uma conferência que vai juntar mais de 600 profissionais de saúde, entre os quais profissionais de saúde e gestores de instituições públicas e privadas, no dia 16 de novembro, no Centro de Congressos do Estoril.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas