Semana Mundial do Antibiótico: “Tome a Atitude Certa"
DATA
18/11/2019 10:33:33
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Semana Mundial do Antibiótico: “Tome a Atitude Certa"

Os antibióticos são ferramentas fundamentais para a prática de Medicina moderna, mas o seu consumo inapropriado é um dos responsáveis pelo surgimento de bactérias resistentes.

Na falta de uma ação eficaz para inverter as tendências atuais, poderemos ver-nos confrontados com um retorno à era pré-antibióticos: ferimentos e infeções simples poderão passar a causar danos consideráveis ou mesmo a morte e os procedimentos médicos de rotina podem converter-se em procedimentos de elevado risco.

A este ritmo, em 2050 os problemas relacionados com a resistência aos antibióticos matarão mais do que o cancro, afetando pessoas de todas as idades e de todos os países, com efeitos laterais também para a sociedade e o ambiente.

O problema é global e Organizações como a Organização Mundial de Saúde (OMS) apelam à ação dos líderes mundiais, com a iniciativa Semana Mundial do Antibiótico, que decorre entre os dias 18 e 24 de novembro, e que engloba o Dia Europeu dos Antibióticos, assinalado no dia 18, uma iniciativa do European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC).

É necessária a criação de um compromisso que vise informar/educar a população e dar a conhecer o verdadeiro problema, as recomendações da Organização Mundial de Saúde e, sobretudo, derrubar mitos que levam as populações a automedicar-se ou a exigir um certo tipo de medicação para problemas que não são tratáveis com antibióticos (nenhuma infeção viral o é, como gripes ou constipações).

Neste sentido, e tendo em conta a necessidade de uma ação urgente e eficaz para mudar o rumo dos acontecimentos, foi desenvolvida a campanha – “Tome a Atitude Certa”, um projeto de consciencialização promovido pela Pfizer em parceria com o GIS – Grupo de Infecção e Sepsis, com vista à prática de comportamentos diferentes e mais conscientes.

Decisores políticos, administradores hospitalares, médicos e enfermeiros, farmacêuticos, comunicação social e público em geral são o alvo desta campanha, para que em conjunto se caminhe para uma correta utilização dos antibióticos.

Diversas iniciativas irão decorrer durante a semana de 18 a 24 novembro – lembrando a necessidade de “Tomar a atitude certa”.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas