OE2020: Governo estima que mais 200 mil portugueses irão ter médico de família este ano
DATA
13/01/2020 15:05:02
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



OE2020: Governo estima que mais 200 mil portugueses irão ter médico de família este ano

No âmbito do debate parlamentar na especialidade sobre o Orçamento do Estado para 2020, a ministra da Saúde, Marta Temido, apresentou hoje uma estimativa do Governo relativa à atribuição de médico de família a mais de 200 mil portugueses durante este ano.

A afirmação surge em resposta à declaração do deputado André Ventura, do Chega, sobre o facto de mais de 600 mil portugueses não terem médico de família. Adicionalmente, o PCP apontou para o número de profissionais em condições de se aposentarem em 2019 e 2020 – perto de 1800 clínicos.

Perante isto, a ministra acredita que, não obstante a potencial reforma de médicos, irá haver uma “taxa de retenção” de recém-especialistas em Medicina Geral e Familiar, possibilitando aumentar o número de portugueses com médico de família. “Esperamos contratar todos os especialistas em Medicina Geral e Familiar a quem proporcionamos formação”, sublinhou.

Marta Temido acrescentou ainda que as inscrições nos cuidados de saúde primários têm aumentado continuamente, perfazendo 10,3 milhões no final de 2019. Apontou ainda para o facto de haver uma discrepância, a nível de cobertura com médico de família, entre os inscritos, cuja abrangência é de 93%, e a população residente, onde o valor é de 97,7%. A situação é explicada pela responsável através da existência de “uma população flutuante” entre os inscritos em centros de saúde, como casos de alunos de Erasmus ou cidadãos migrantes.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas