Lisboa acolhe 2ª edição da Cimeira Internacional de Envelhecimento Saudável em março
DATA
15/01/2020 12:22:20
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Lisboa acolhe 2ª edição da Cimeira Internacional de Envelhecimento Saudável em março

A segunda edição da Cimeira Internacional de Envelhecimento Saudável – International Healthy Aging Summit – irá ter lugar no Altis Grand Hotel, em Lisboa, nos próximos dias 20 e 21 de março. O evento, que se destina ao grande público e aos segmentos profissional e estudante profissional, conta com dois dias de apresentações e discussões e com um terceiro dia reservado a uma formação intensiva para o segmento profissional.

Procurando uma visão integrada da pessoa e da doença e favorecer práticas preventivas e holísticas para um envelhecimento cada vez mais saudável, o evento vem reforçar a importância da multidisciplinaridade na área da saúde e do bem-estar. Para isso, consta do programa a participação de especialistas nacionais e internacionais em diversas áreas relacionadas com a saúde, como sejam médicos de várias especialidades, enfermeiros e farmacêuticos, médicos dentistas, nutricionistas, psicólogos clínicos, profissionais do exercício físico e desporto, técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica e também entidades e profissionais de terapêuticas não convencionais.

Durante a formação intensiva pós-summit serão abordadas estratégias que potenciem a longevidade salutar, referindo temas como nutrição, imunidade, impacto do stress, controlo de doenças crónicas, entre outros.

As inscrições já estão ativas através desta hiperligação.

Doença Venosa

Isolamento social com apoio de proximidade e em segurança
Editorial | Jornal Médico
Isolamento social com apoio de proximidade e em segurança

O futuro tem hoje 5 dias! Inacreditável! Quem é que tem agenda para mais de 5 dias? A pandemia COVID-19 alterou profundamente a vida quotidiana, a prestação de cuidados de saúde e a organização dos serviços de saúde está totalmente alterada. O isolamento social é a orientação primordial de confrontação da pandemia. Mas é necessário promover o apoio de proximidade essencial e aprender a fazê-lo em segurança.

Mais lidas