Teleconsultas no SNS registaram número mais elevado em 2019
DATA
06/02/2020 16:59:58
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Teleconsultas no SNS registaram número mais elevado em 2019

Mais de 30 mil teleconsultas foram realizadas no Serviço Nacional de Saúde em 2019, ano que registou o número mais elevado, com um crescimento de 13,5% relativamente a 2018 e de 5,7% face a 2017, segundo dados hoje divulgados.

Em média, foram realizadas diariamente, em 2019, mais de 80 teleconsultas (no total de 30.074), que permitem que o utente possa ser visto por um médico, através de um computador ou de um telemóvel.

De acordo com os dados dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), publicados hoje no Portal do SNS, mais de 100.000 teleconsultas foram registadas no Serviço Nacional de Saúde desde 2016 até ao dia 31 de janeiro de 2020.

Relativamente aos dados apresentados, entre 2016 e janeiro de 2019, a Unidade de Saúde Local de Matosinhos destacou-se como a instituição com o maior número de teleconsultas.

A SPMS avança que, ainda em fevereiro, a atividade de teleconsulta irá arrancar no Centro Hospitalar do Oeste e no Hospital de Ovar e, no final do mês, prevê-se o início no Centro Hospitalar Póvoa do Varzim – Vila do Conde.

Em 2020, o “grande desafio” passa, essencialmente, pela substituição da PDS Live para a nova RSE Live, quer na atividade em tempo real de Profissional de Saúde – Profissional de Saúde, quer nas Teleconsultas de Profissional de Saúde – Utente, a partir da Área do Cidadão.

Segundo a SPMS, o Centro Nacional de TeleSaúde tem “contribuído de forma efetiva para o desenvolvimento da telessaúde no sistema de saúde português”.

O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo
Editorial | Jornal Médico
O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo

O Novo Livro Azul da APMGF é um desejo e uma necessidade. Volvidos 30 anos é fácil constatar que todos os princípios e valores defendidos no Livro Azul se mantêm incrivelmente atuais, apesar da pertinência do rejuvenescimento que a passagem dos anos aconselha. É necessário pensar, idealizar e projetar a visão sobre os novos centros de saúde, tendo em conta a realidade atual e as exigências e necessidades sentidas no futuro que é já hoje. Estamos a iniciar um novo ciclo!

Mais lidas