Alimentação saudável que garanta sustentabilidade é alvo de debate na 5ª Conferência Portugal Saudável
DATA
21/02/2020 12:23:04
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Alimentação saudável que garanta sustentabilidade é alvo de debate na 5ª Conferência Portugal Saudável

A 5.ª Conferência Portugal Saudável, promovida pela Missão Continente, regressa dia 13 de março, no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, com o tema “Alimentação Saudável: Para Nós, Para o Planeta”.

O evento anual tem como objetivo reforçar o debate público sobre a importância da alimentação, bem como o seu impacto na sustentabilidade económica, social e cultural do país. Para isso, a iniciativa junta oradores nacionais e internacionais para discutir e perspetivar a seguinte questão: “Serão os comportamentos alimentares a chave para a sustentabilidade do planeta?”.

Em agosto de 2019, a Organização das Nações Unidas (ONU) publicava o estudo Mudanças Climáticas e Terra do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), onde alertava para o facto de o sistema alimentar atual estar a contribuir para o aumento das emissões de dióxido de carbono, para a perda de ecossistemas e para a redução da biodiversidade. No documento, a ONU advoga ser essencial implementar políticas que promovam a opção por determinados regimes alimentares (mais equilibrados entre proteínas animais e opções vegetais) e o desenvolvimento de práticas agrícolas, por forma a travar o aquecimento global.

O conceito de “dieta de saúde planetária” aparece descrito no relatório desenvolvido pela organização sem fins lucrativos Comissão EAT-Lancet, cuja missão é catalisar a transformação do sistema alimentar.
A entidade defende que a “dieta de saúde planetária”, se adotada por todos, permite alimentar dez mil milhões de pessoas dentro de limites planetários seguros para a produção de alimentos até 2050, ajudando a evitar a degradação ambiental severa e evitando cerca de 11 milhões de mortes prematuras anuais.

A conferência está alinhada com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, com a estratégia para a Neutralidade Carbónica em Portugal e com o Acordo de Paris, integrando a agenda da “Lisboa Capital Verde Europeia 2020”. A entrada é gratuita, mas carece de inscrição online prévia.

Isolamento social com apoio de proximidade e em segurança
Editorial | Jornal Médico
Isolamento social com apoio de proximidade e em segurança

O futuro tem hoje 5 dias! Inacreditável! Quem é que tem agenda para mais de 5 dias? A pandemia COVID-19 alterou profundamente a vida quotidiana, a prestação de cuidados de saúde e a organização dos serviços de saúde está totalmente alterada. O isolamento social é a orientação primordial de confrontação da pandemia. Mas é necessário promover o apoio de proximidade essencial e aprender a fazê-lo em segurança.

Mais lidas