Jornadas de Alergologia Prática: “Detetives clínicos” na resolução de “Ficheiros Secretos”
DATA
24/02/2020 15:41:22
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Jornadas de Alergologia Prática: “Detetives clínicos” na resolução de “Ficheiros Secretos”

"?!Ficheiros secretos!?" dá o mote para as 8.as Jornadas de Alergologia Prática, a decorrer nos dias 28 e 29 de fevereiro, no Hotel Vila Galé Ericeira.

O coordenador do Centro de Imunoalergologia do Hospital CUF Descobertas, Mário Morais de Almeida, e o coordenador do Grupo de Estudos de Doenças Respiratórias (GRESP) da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) – respetivamente presidente e vice-presidente do evento – convidam os colegas a participarem nesta reunião com uma postura de “detetives” clínicos.

“A maior parte da nossa atividade profissional é dedicada a investigar, procurar, interpretar pistas organizadas em sinais e sintomas, complementadas com intervenções e apoiadas pelos métodos de prova que identificamos como complementares. E quando estamos a estudar os nossos casos esperamos sempre intervir em tempo útil, para diagnosticar precocemente, para tratar conforme indicado e, em especial, para aliviar o impacto imediato e prevenir o risco futuro”, refere Mário Morais de Almeida.

Apesar de as doenças imunoalérgicas e respiratórias afetarem mais de um terço da população, sendo algumas muito prevalentes – como é o caso das doenças respiratórias obstrutivas, da rinite ou das alergias de expressão cutânea –, “misteriosamente não estão controladas na maioria dos doentes”, salienta o especialista, frisando que alguns casos são “verdadeiros ficheiros secretos”, por serem “difíceis ou curiosos”.

Assim sendo, o médico deixa a proposta para, “para lá da imaginação”, todos os participantes nas 8.as Jornadas de Alergologia Prática “trabalharem em conjunto em busca de soluções, mostrando que é possível esclarecer e controlar”.

A oitava edição desta reunião baseia-se na apresentação estruturada de casos clínicos, em que se discutirão “aspetos essenciais da abordagem das principais doenças imunoalérgicas e respiratórias, suportadas pelas mais relevantes investigações (incluindo estudos controlados e da vida real) e consensos disponíveis”, adiantam os organizadores.

Como objetivos pragmáticos, as 8.as Jornadas de Alergologia Prática têm a discussão dos seguintes temas: como prevenir e diagnosticar Asma, DPOC – Sobreposição; características comuns e próprias; como usar combinações farmacológicas de acordo com as guidelines GINA/GOLD – LAMA no tratamento da asma; abordagem farmacológica da rinite e da asma em grupos especiais: idade pré-escolar, idoso, grávida e desportista; biomarcadores disponíveis e tratamento personalizado da asma; a rinite como paradigma de multimorbilidade e melhor abordagem terapêutica; controlo da urticária aguda e crónica – up dosing de anti-histamínicos, quando e como; fatores de prognóstico das doenças alérgicas e a alimentação no primeiro ano de vida na prevenção da doença alérgica; anafilaxia na comunidade, da notificação à abordagem/prevenção; alergia e/ou intolerância alimentar, como estudar; alergia a medicamentos na prática clínica da MGF; vacinação anti-infeciosa – quando e como.

COVID e não-COVID: Investimentos para resolver novos e velhos problemas
Editorial | Rui Nogueira, Médico de Família e presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
COVID e não-COVID: Investimentos para resolver novos e velhos problemas

Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência terminou e o estado de calamidade passou, mas o problema de saúde mantem-se ativo. É urgente encontrar uma visão inovadora e adotar uma nova estratégia. As unidades de saúde precisam de encontrar respostas adequadas e seguras.

Mais lidas