16º Congresso Português da Diabetes: abordagem multidisciplinar em destaque
DATA
27/02/2020 11:24:17
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


16º Congresso Português da Diabetes: abordagem multidisciplinar em destaque

A Sociedade Portuguesa de Diabetologia (SPD) vai realizar o 16º Congresso Português de Diabetes de 6 e 8 de março, no Centro de Congressos do Algarve, no Hotel Tivoli Marina, em Vilamoura.

Um congresso com um carácter multidisciplinar que explora novas abordagens para uma das doenças crónicas mais prevalentes no mundo e que regista a nível nacional, em média, 65 mil novos casos todos os anos.

Durante três dias vão ser realizados vários simpósios e conferências sobre a diabetes, doença que impacta cerca de 10% da população portuguesa entre os 25 e os 74 anos, durantes os quais será possível explorar as diversas abordagens à doença: cuidados de saúde primários, prevenção, avanços terapêuticos e as comorbilidades que impactam várias especialidades médicas.

“A diabetes é a mais comum das doenças não transmissíveis com elevada prevalência e incidência. Temos assim o dever de olhar para os números e tentar apostar numa abordagem à patologia em diferentes frentes. Na tradição dos Congressos anteriores, aguarda-se a participação ativa dum largo número de médicos de várias especialidades (médicos de família, internistas e endocrinologistas, mas também, cardiologistas, nefrologistas, oftalmologistas, pediatras, obstetras, cirurgiões, entre outros) e ainda de um elevado número de enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, podologistas, cientistas/investigadores, o que demonstra a multiplicidade de especialidades envolvidas no tratamento desta patologia” afirma o presidente do Congresso e presidente da SPD, Rui Duarte.

O 16º Congresso Português de Diabetes apresenta um programa diversificado e conta com uma participação ativa de um elevado número de médicos especialistas em várias áreas, com 13 palestrantes internacionais.  Este ano, e em destaque, serão apresentadas as novas guidelines de prevenção e tratamento do pé diabético, as primeiras Diretrizes conjuntas luso-brasileiras para o tratamento da Diabetes tipo 2 e serão discutidas as novas recomendações da European Society of Cardiology (ESC) para as doenças cardiovasculares e diabetes.

Com uma abrangência multidisciplinar, as diferentes sessões deste Congresso vão também abordar o tratamento e o impacto no doente renal, a realidade da diabetes durante a gravidez, a realidade da pré-diabetes os desafios na área da enfermagem, nos cuidados de saúde primários, na pediatria, a retinopatia e, ainda a genética da diabetes, biomarcadores e terapêutica. O congresso irá encerrar com a distribuição das bolsas SPD e dos prémios atribuídos aos trabalhos apresentados.

O presidente do Congresso lembra ainda que “A diabetes afeta mais de um milhão de portugueses: não podemos ignorar esta doença nem as suas complicações. Só a nível nacional, 20 a 25% das admissões hospitalares de pessoas com diabetes acontecem devido ao pé e 30% dos internamentos por acidente vascular cerebral (AVC) são em pessoas com diabetes.”

DESconfinar sem DISconfinar: Um desafio para inovar e aproveitar a oportunidade
Editorial | Rui Nogueira, Médico de Família e presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
DESconfinar sem DISconfinar: Um desafio para inovar e aproveitar a oportunidade
Depois de três meses de confinamento é necessário aceitarmos a prudência de DES”confinar sem DISconfinar. Não vamos querer “morrer na praia”! As aprendizagens da pandemia Covid-19 são uma ótima oportunidade para acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência e o estado de calamidade ensinaram-nos muito! É necessário desconfinar o centro de saúde com uma nova visão e reinventar o conceito com unidades de saúde aprendentes e inovadoras.

Mais lidas