×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 34880
Campanha Bons Sonhos alerta para importância da qualidade do sono na saúde
DATA
12/03/2020 11:19:49
AUTOR
ETIQUETAS




Campanha Bons Sonhos alerta para importância da qualidade do sono na saúde

A Associação Portuguesa de Sono (APS) e a Philips lançam iniciativa conjunta com o objetivo de melhorar a qualidade do sono das pessoas. A campanha Bons Sonhos visa a consciencialização e educação da comunidade para a importância do sono como pilar fundamental da saúde.

Nesse sentido, as duas entidades procuram nesta iniciativa fazer um levantamento dos hábitos de sono dos portugueses e o respetivo impacto na vida diária, no bem-estar e na saúde, bem como alertar para a necessidade de priorizar o sono.

“Todos os estudos indicam que 50% dos portugueses dormem menos de seis horas por noite”, afirma o diretor de Marketing & Comunicação da Philips Ibérica, André Cabral. Na informação disponibilizada à imprensa, lê-se que a maioria dos adultos dorme menos de sete horas por noite ao longo da semana de trabalho, indiciando privação crónica de sono. Relativamente às crianças e adolescentes, também se verifica que dormem menos horas do que as recomendadas para essas faixas etárias.

Como explica o presidente da APS, Joaquim Moita, a “insuficiência de sono afeta todo o organismo e antes de mais, o cérebro. Convém lembrar que dormir seis ou menos horas por noite durante uma semana tem o mesmo impacto que uma noite inteira sem dormir”. Elenca que a pessoa privada de sono sofre, no dia seguinte, de diminuição da atenção, de lentificação do raciocínio, menor racionalidade na tomada de decisões, maior irritabilidade e sonolência. Quanto ao último aspeto, reforça que podem ocorrer episódios incontroláveis de microsono, com potenciais riscos no trabalho ou na condução.

Ademais, o responsável admite que a privação está associada, no idoso, a diferentes quadros de demência. Favorece ainda o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, de diabetes mellitus e alterações hormonais, sendo que nos homens pode ocorrer deformação de espermatozoides e uma diminuição significativa dos níveis de testosterona e nas mulheres uma diminuição da produção hormonal. Outras consequências estão relacionadas com o facto de certos cancros – da próstata e da mama – serem mais frequentes nas pessoas com privação de sono e com a associação entre sono insuficiente e um decremento das defesas imunitárias contra agentes infeciosos.

Destacando que hábitos de sono saudáveis podem ajudar na prevenção de determinadas doenças, a Philips e a APS formaram uma parceria para lançar o e-book “Bons Sonhos: 11 dicas para dormir melhor”. Para além de recomendar conselhos e pequenos truques para melhorar os hábitos de sono, este livro digital pretende incorporar informação útil sobre os mecanismos do Sono, em conjunto com os pneumologistas, os especialistas da APS e a Philips, atuando como uma ferramenta educativa.

Entre os diversos conselhos, salientam-se os seguintes: ter dieta saudável, sem hábitos tabagísticos, sem ingestão de álcool ou cafeína nas quatro horas precedentes ao início do sono; ter horários regulares para o sono; relaxar antes de adormecer para não levar problemas para a cama; não fazer exercício físico vigoroso antes de adormecer (mas sim no início da manhã ou final da tarde); não dormir sestas durante mais de 20 minutos; evitar dispositivos eletrónicos com luz dos “LED” antes de ir dormir; e promover ambiente silencioso, escuro e ameno (18ºC a 20ºC).

“Enquanto dormimos, o nosso cérebro não está menos ativo, mas sim com uma atividade diferente. O mesmo se aplica a todo o nosso organismo. O sono repara, constrói, prepara-nos para a vigília, cria uma vantagem na nossa existência”, esclarece Joaquim Moita. Acrescenta ainda que, aquando a presença de doenças do sono (síndrome de apneia do sono, insónia crónica, síndrome de pernas inquietas, etc.), é necessário diagnosticá-las e tratá-las para não agravar a situação.

Como embaixadora desta iniciativa, a atleta federada de tripo salto Susana Costa junta-se à causa dando o seu testemunho de como o sono é fundamental para a obtenção de melhores resultados desportivos.

A empresa internacional Philips une-se a várias das iniciativas globais por ocasião do Dia Mundial do Sono, celebrado amanhã, no dia 13 de março, no âmbito do compromisso social da educação para a saúde.

Crónicas de uma pandemia anunciada
Editorial | Jornal Médico
Crónicas de uma pandemia anunciada

Era 11 de março de 2020, quando a Organização Mundial de Saúde declarou o estado de Pandemia por COVID-19 e a organização dos serviços saúde, como conhecíamos até então, mudou. Reorganizaram-se serviços, redefiniram-se prioridades, com um fim comum: combater o SARS-CoV-2 e evitar o colapso do Serviço Nacional de Saúde, que, sem pandemia, já vivia em constante sobrecarga.

Mais lidas