Morreu o diretor clínico do IPO Lisboa
DATA
25/03/2020 11:55:42
AUTOR
Jornal Médico
Morreu o diretor clínico do IPO Lisboa

O diretor clínico do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa, João Freire, morreu hoje, informou o conselho de administração da instituição, em notícia publicada na página oficial na internet.

"Reconhecido médico oncologista" do IPO, onde desenvolveu toda a sua carreira hospitalar, João Freire exercia as funções de diretor clínico desde 2018.

João Freire integrava ainda a Comissão de Farmácia e Terapêutica do IPO Lisboa e exercia funções de perito em várias organizações nacionais e estrangeiras, desde o Infarmed (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde) à Agência Europeia do Medicamento (EMA), passando pelo grupo de investigação em cancro digestivo da European Organisation for Research and Treatment of Cancer e pelo Centro Integrado de Cuidados Paliativos e Oncologia da Sociedade Europeia de Oncologia Médica (ESMO).

Na notícia publicada na página oficial do IPO Lisboa, o conselho de administração assegura "o normal funcionamento do Instituto nos cuidados assistenciais e na gestão da crise da infeção covid-19, de acordo com as medidas de contenção que têm vindo a ser implementadas".

Deixar cair com violência o que é desnecessário e aproveitar a oportunidade
Editorial | Rui Nogueira, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
Deixar cair com violência o que é desnecessário e aproveitar a oportunidade

Assaltar o desnecessário. Rasgar a burocracia. Rejeitar o desperdício. Anular a perda de tempo. As aprendizagens da pandemia serão uma ótima oportunidade para acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência e o estado de calamidade ensinaram-nos muito! É necessário desconfinar o centro de saúde e reinventar o conceito com unidades de saúde aprendentes e inovadoras.

Mais lidas