Covid-19: Lusíadas Saúde disponibiliza apoio psicológico a profissionais de saúde e familiares
DATA
30/03/2020 17:25:13
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Covid-19: Lusíadas Saúde disponibiliza apoio psicológico a profissionais de saúde e familiares

A Lusíadas Saúde acaba de criar uma linha de apoio psicológico destinada aos profissionais de saúde e seus familiares durante a pandemia de Covid-19. O serviço prevê uma linha de atendimento telefónico e, sempre que necessário, o encaminhamento para consultas de Psicologia ou Psiquiatria.

A sensação de insegurança no local de trabalho, o medo de infeção ou de ser o transmissor da infeção a terceiros, as alterações emocionais, a exaustão física e a culpabilização pela dificuldade de articular as exigências profissionais e familiares são alguns dos desafios enfrentados todos os dias pelos profissionais de saúde e que motivaram a criação deste novo serviço.

“Os profissionais de saúde vivem atualmente momentos de muita ansiedade e enfrentam enormes desafios a nível profissional e familiar. O cansaço, a angústia e a incerteza são fatores que contribuem para o aumento da ansiedade e sentimos que era necessário fazer alguma coisa que pudesse anular ou atenuar o impacto psicológico desta pandemia. Para além dos nossos profissionais de saúde, que têm sido incansáveis, sabemos que as suas famílias também saem afetadas de toda esta situação, o que nos levou ao alargamento desta linha de apoio também aos familiares”, revela a presidente do Conselho Médico da Lusíadas Saúde, Eduarda Reis.

O novo serviço de apoio psicológico aos profissionais de saúde e familiares funciona todos os dias úteis, das 9h às 21h, e conta com uma equipa de especialistas das áreas de Psiquiatria e Psicologia, coordenados pelos psiquiatras Pedro Cintra (Hospital de Cascais) e Ana Peixinho (Hospital Lusíadas Lisboa), que garantem a articulação necessária no acompanhamento de todos os casos.

Para além do novo serviço de apoio psicológico, a Lusíadas Saúde tem vindo ainda a partilhar diversas dicas e estratégias com os seus profissionais de saúde para ajudar a gerir melhor os momentos de stresse.

Deixar cair com violência o que é desnecessário e aproveitar a oportunidade
Editorial | Rui Nogueira, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
Deixar cair com violência o que é desnecessário e aproveitar a oportunidade

Assaltar o desnecessário. Rasgar a burocracia. Rejeitar o desperdício. Anular a perda de tempo. As aprendizagens da pandemia serão uma ótima oportunidade para acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência e o estado de calamidade ensinaram-nos muito! É necessário desconfinar o centro de saúde e reinventar o conceito com unidades de saúde aprendentes e inovadoras.

Mais lidas