Covid-19: Johnson & Johnson apresenta vacina candidata contra a infeção
DATA
31/03/2020 17:49:35
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Covid-19: Johnson & Johnson apresenta vacina candidata contra a infeção

A Johnson & Johnson anunciou hoje a seleção da sua vacina candidata contra a Covid-19, de entre as várias possibilidades que tem vindo a analisar e desenvolver desde janeiro de 2020.

O resultado da estreita parceria entre a Janssen, companhia farmacêutica do Grupo Johnson & Johnson, e a Autoridade Biomédica de Investigação e Desenvolvimento Avançado (BARDA) dos E.U.A. levará a companhia a aumentar a sua capacidade produtiva com o propósito de fornecer globalmente mais de mil milhões de doses da vacina.

A companhia prevê o início dos ensaios clínicos em humanos o mais tardar em setembro de 2020 e estima que as primeiras doses da vacina contra a Covid-19 estejam disponíveis para uso em contexto de emergência no início de 2021 – um tempo de desenvolvimento substancialmente acelerado, em comparação com o típico processo de desenvolvimento de uma vacina.

Em conjunto com a BARDA, a Johnson & Johnson compromete-se a dedicar mais de mil milhões de dólares para cofinanciar a investigação, desenvolvimento e ensaios clínicos da vacina. A Johnson & Johnson irá usar a sua plataforma e recursos globais, incluindo equipas e infraestruturas, para se concentrar nestes esforços. Paralelamente, a BARDA e a companhia forneceram financiamento adicional que irá permitir a expansão do seu trabalho contínuo para identificar potenciais tratamentos antivirais contra o novo coronavírus.

Como parte do seu compromisso, a Johnson & Johnson irá também expandir a sua capacidade produtiva a nível global, quer através do estabelecimento de novos recursos nos E.U.A., quer do aumento da atual capacidade de produção nos demais países. Este investimento irá auxiliar a rápida produção da vacina, permitindo o fornecimento de mais mil milhões de doses a nível global. A companhia planeia a eminente produção e está comprometida em apresentar ao público uma vacina acessível, numa base sem fins lucrativos, para uso em contexto de emergência pandémica.

 O Chairman e Chief Executive Officer na Johnson & Johnson, Alex Gorsky, comenta: “O mundo está a enfrentar uma crise de saúde pública urgente e nós estamos comprometidos em contribuir para criar uma vacina contra a Covid-19 acessível a nível global, o mais rapidamente possível. Sendo esta a maior companhia de cuidados de saúde do mundo, sentimos uma enorme responsabilidade em melhorar a saúde das pessoas por todo o mundo, todos os dias. A Johnson & Johnson está bem posicionada, associando a experiência ao conhecimento científico, escala operacional e solidez financeira para apresentar os seus recursos, em colaboração com outros, de modo a acelerar o combate contra esta pandemia.”

Deixar cair com violência o que é desnecessário e aproveitar a oportunidade
Editorial | Rui Nogueira, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
Deixar cair com violência o que é desnecessário e aproveitar a oportunidade

Assaltar o desnecessário. Rasgar a burocracia. Rejeitar o desperdício. Anular a perda de tempo. As aprendizagens da pandemia serão uma ótima oportunidade para acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência e o estado de calamidade ensinaram-nos muito! É necessário desconfinar o centro de saúde e reinventar o conceito com unidades de saúde aprendentes e inovadoras.

Mais lidas