Covid-19: OMS e UNICEF destacam necessidade de manter programas de vacinação durante a pandemia
DATA
20/04/2020 14:11:04
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Covid-19: OMS e UNICEF destacam necessidade de manter programas de vacinação durante a pandemia

A Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) destacaram hoje – dia que marca o arranque da Semana Europeia da Vacinação – a importância de os governos nacionais manterem os seus planos de vacinação para evitar um maior impacto da pandemia de Covid-19.

As duas organizações reiteram que é vital a manutenção dos serviços de imunização de rotina, durante a pandemia, e recordam que a situação atual “é um sinal de que as doenças infecciosas não conhecem fronteiras”.

No comunicado conjunto enviado pela OMS e pela UNICEF, pode ler-se que “todos os países são vulneráveis, independentemente dos níveis de riqueza ou da força dos seus sistemas de saúde” e que a “necessidade urgente de uma vacina para a covid-19 ressalta o papel central da imunização na proteção de vidas e economias”.

No momento atual, os programas nacionais de imunização de rotina assuem uma importância “mais crítica do que nunca”, segundo as instituições, que sublinham que os governos devem aproveitar todas as oportunidades possíveis para “proteger as pessoas das muitas doenças para as quais as vacinas já estão disponíveis", relembrando que essa é uma obrigação para a sustentabilidade dos sistemas de saúde.

“É fundamental que os programas de imunização continuem durante esta crise, protegendo adequadamente os profissionais de saúde e os indivíduos que recebem vacinas. Alcançar as crianças mais vulneráveis, que perderam imunizações de rotina, entretanto, deve ser uma prioridade”, diz a diretora regional da UNICEF na Europa e Ásia Central, Afshan Khan.

O diretor regional da OMS para a Europa, Hans Henri Kluge, reforça: “Podemos evitar um maior impacto da covid-19 nos sistemas de saúde garantindo que indivíduos de todas as idades permaneçam vacinados de acordo com os cronogramas nacionais. Peço aos países que mantenham a prestação de serviços de imunização e direcionem as suas necessidades, mesmo neste momento difícil”.

Nas situações em que o combate à pandemia de Covid-19 possa causar interrupções temporárias nos serviços de imunização, OMS e UNICEF destacam que os países devem planear retomá-los o mais rapidamente possível, após a estabilização da situação.

Antecipando a existência de uma vacina para a Covid-19, OMS e UNICEF solicitam a todos os países que estejam preparados para vacinar os grupos de maior risco e que garantam o acesso igual a todos os cidadãos, quando esta estiver disponível.

Uma oportunidade de ouro
Editorial | Nuno Jacinto
Uma oportunidade de ouro

O ano que agora terminou foi sem dúvida atípico, fora do normal e certamente ficará para sempre na nossa memória individual e coletiva. Mas porque, apesar de tudo, há tradições que se mantêm, é chegada a hora de fazer um balanço de 2020 e perspetivar 2021.

Mais lidas