Covid-19: OMS estima que Portugal está a agir de forma correta
DATA
21/04/2020 10:42:23
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Covid-19: OMS estima que Portugal está a agir de forma correta

A Organização Mundial de Saúde (OMS), com base nos números associados à Covid-19 em Portugal, considera que o País está a agir de forma correta, perante a pandemia. Por outro lado, alerta para os perigos de levantar o confinamento demasiado rápido.

O diretor do programa de emergências sanitárias, Michael Ryan, afirmou que, apesar de não estar a par de todos os dados sobre Portugal, os números indicam que o País agiu de forma correta e que “a boa notícia” é que o ritmo de crescimento da doença está estável.
“Creio que [Portugal] agiu de forma racionalmente correta, os números indicam isso” afirmou, durante uma conferência de imprensa na sede da organização, em Genebra.
Adverte ainda que isso não significa que a epidemia tenha sido estancada.
A epidemiologista Maria Van Kerkhove, responsável máxima na resposta da OMS à Covid-19, acrescentou que a estabilização de casos é um bom indicador, não se referindo, neste caso, exclusivamente a Portugal.
Maria Van Kerkhove destacou que é necessário continuar a aprender com outros países, como com alguns países asiáticos que estão a encontrar mais casos de Covid-19, para que não se levantem as situações de confinamento muito rapidamente, o que pode levar a um aumento de casos.
Salientou, por isso, que mesmo com os sucessos se deve continuar a prestar muita atenção e agir de forma “lenta e controlada” nas medidas de retorno à normalidade, uma vez que há uma grande parte da população não infetada e que “o vírus pode voltar”.

Uma oportunidade de ouro
Editorial | Nuno Jacinto
Uma oportunidade de ouro

O ano que agora terminou foi sem dúvida atípico, fora do normal e certamente ficará para sempre na nossa memória individual e coletiva. Mas porque, apesar de tudo, há tradições que se mantêm, é chegada a hora de fazer um balanço de 2020 e perspetivar 2021.

Mais lidas