Governo defende que vacinação das crianças é "crucial"
DATA
22/04/2020 10:29:38
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Governo defende que vacinação das crianças é "crucial"

O secretário de Estado da Saúde apela para que a vacinação das crianças não seja adiada, garantindo que “o Serviço Nacional de Saúde (SNS) está preparado para responder”.

Caso se verifique esse adiamento, o País pode “enfrentar surtos de outras doenças”, alerta António Lacerda Sales.

"Continuamos em estado de emergência e nunca é demais referir e elogiar a atitude responsável da maioria dos portugueses. Mas não podemos deixar o medo vencer. A vacinação das crianças é crucial. Portugal conseguiu atingir ao longo dos anos elevadas taxas de cobertura vacinal", sublinha.

O governante pede ainda aos pais que sejam responsáveis, neste âmbito: “Ainda que atravessemos um período e um momento difícil, os pais não devem adiar a vacinação dos seus filhos sob pena de Portugal enfrentar um surto de outras doenças infecciosas evitáveis e com consequências potencialmente graves mais tarde.

Além de garantir que o SNS está apto para responder a esta necessidade, António Lacerda Sales frisa que “este é um momento de responsabilidade e não de retrocesso nas conquistas coletivas”.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas