OMS destaca profissionais de saúde na Semana Europeia da Vacinação
DATA
23/04/2020 11:03:06
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




OMS destaca profissionais de saúde na Semana Europeia da Vacinação

Este ano, a Semana Europeia da Vacinação, promovida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e que se celebra entre os dias 20 e 26 de abril, sublinha o “papel vital” desempenhado pelos profissionais de saúde, na vacinação e na recomendação da mesma à população.

“Os profissionais de saúde são uma fonte fiável de informação sobre vacinas para si e para a sua família” é uma das mensagens veiculadas pela campanha de 2020, à qual se junta a ideia de que estes são “os campeões da vacinação”, pelo facto de ajudarem a proteger a saúde de todos.

Apresentada sob o mote “Juntos estamos protegidos” – #protectedtogether – a iniciativa visa ainda sensibilizar para a importância da vacinação, na prevenção de doenças e na proteção da vida, sendo apontadas como “uma base importante para a saúde em todas as idades” e uma ajuda para que as crianças se tornem “adultos saudáveis”.

No âmbito da SEV, a OMS relembra os benefícios da vacinação e a forma como esta contribui para a saúde e o bem-estar, a vários níveis, sobressaindo a capacidade de prevenir de doenças que “podem tirar a vida de uma criança ou impactar permanentemente o seu futuro”, o contributo para um envelhecimento saudável, a prevenção de vários tipos de cancro e a redução da ameaça da resistência aos antibióticos.

Também a Direção Geral da Saúde (DGS) se junta às comemorações da Semana Europeia da Vacinação, partilhando a visão da OMS e destacando que as vacinas constituem “o maior avanço da medicina moderna”.

Além de frisar a importância da vacinação recomendada no Programa Nacional de Saúde, no contexto da pandemia de Covid-19, a DGS relembra: “Em Portugal, a vacinação permitiu eliminar doenças como a difteria, a poliomielite, o sarampo e a rubéola, bem como controlar muitas formas de meningite, a tosse convulsa, a papeira, entre outras doenças”.

OMS VACINAÇÃO

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas