Covid-19: Foram contratados mais de 2.300 profissionais de saúde durante pandemia
DATA
05/05/2020 17:48:11
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Covid-19: Foram contratados mais de 2.300 profissionais de saúde durante pandemia

Mais de 2.300 profissionais de saúde foram contratados, durante a pandeia de Covid-19, para reforçar o Sistema Nacional de Saúde (SNS). O número foi revelado hoje pelo secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, e inclui mais de uma centena de médicos.

"Durante a pandemia foram contratados mais de 2.300 profissionais de saúde pelas instituições do SNS, cujos conselhos de administração, como sabem, têm autorização para contratar diretamente no âmbito da covid-19", revelou o governante durante a conferência de imprensa diária de atualização de informação sobre a pandemia, em Portugal.

Lacerda Sales especificou que entre os contratados estão mais de 100 médicos, cerca de 750 enfermeiros, 1.100 assistentes operacionais, 150 técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, e 150 assistentes técnicos, aos quais agradeceu pela "disponibilidade e pelo meritoso e inestimável trabalho que têm vindo a desenvolver".

Segundo o secretário de Estado, o Governo vai "continuar a reforçar, a preparar e a robustecer o SNS, para que dê respostas a quem dele precisa, seja no parto, na prevenção de doenças, no diagnóstico ou nos tratamentos".

A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Joana Romeira Torres
A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
A Organização Mundial de Saúde alude que os Cuidados de Saúde Primários (CSP) são cruciais para a obtenção de promoção da saúde a nível global. Neste sentido, a Organização Mundial dos Médicos de Família (WONCA) tem estabelecido estratégias que têm permitido marcar posição dos mesmos na comunidade médica geral.

Mais lidas