Covid-19: Estudantes de Coimbra angariam seis mil euros para hospitais da cidade

A Associação Académica de Coimbra (AAC) angariou cerca de seis mil euros, no âmbito da campanha solidária “Das palmas à ação”, para apoiar o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, no combate à pandemia de Covid-19.

A campanha, que decorreu ao longo do mês de maio, tinha o intuito de angariar fundos para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), “atingiu o seu propósito” – que era angariar cinco mil euros –, tendo recolhido 6.048,62 euros, resultantes de “mais de uma centena de doações”, anunciou hoje a AAC.

Numa nota enviada à agência Lusa, a mais antiga associação estudantil do País esclarece que, sob o mote “AAC unida contra a Covid”, a iniciativa “teve como principal objetivo ajudar os profissionais de saúde na luta contra a pandemia e contou com o apoio de todas as estruturas da AAC e, em especial, com a colaboração do Banco Santander, que foi o maior apoiante desta campanha”.

“Num momento de excecionalidade como este”, a academia de Coimbra “não ficou indiferente, e por isso quis contribuir para um bem maior”, explica o presidente da AAC, Daniel Azenha, destacando “a importância dos jovens para ultrapassar momentos de maior dificuldade”.

Foi com “este pensamento” que a Associação iniciou a campanha de apoio ao CHUC, assegura Daniel Azenha, considerando que a direção da AAC quis a academia “unida contra a covid-19” e conseguiu.

“O sucesso da campanha deve-se ao espírito de comunidade e de entreajuda que existe na nossa academia, que teve reflexo através da participação dos núcleos e das secções desportivas e culturais”, sustenta Daniel Azenha, citado pela AAC.

“Foi com enorme orgulho que a Direção Geral da AAC liderou este projeto”, que hoje terminou com “a entrega do cheque [ao CHUC] e com um valor ainda maior do que aquele a que nos tínhamos proposto”, sublinha.

Esta campanha, conclui Daniel Azenha, “deve refletir também a nossa solidariedade para com os profissionais de saúde, que devem ter o nosso total apoio e o nosso maior agradecimento por tudo aquilo que fazem diariamente".

Para os profissionais dos hospitais de Coimbra, esta “é a forma mais sentida de verem recompensado o seu denodado esforço e a sua extrema dedicação no tratamento dos doentes que confiam no CHUC”, salienta o presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Fernando Regateiro, em comunicado.

Já no plano pessoal “e como antigo estudante de Coimbra”, o presidente do CHUC, afirma-se com “orgulho e alegria pela forma generosa e concreta como a atual geração de estudantes da academia de Coimbra soube agir, neste tempo de pandemia, e acrescentar prestígio ao prestígio herdado”.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas