MSD lança congresso virtual para profissionais de saúde
DATA
04/06/2020 12:39:29
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




MSD lança congresso virtual para profissionais de saúde

A MSD Portugal vai promover o primeiro Congresso Virtual Acute Care. Trata-se de uma iniciativa que decorre, exclusivamente, em ambiente digital para profissionais de saúde, entre os dias 29 de junho e 2 de julho.

O evento vai contar com o contributo de 15 especialistas para promover as sessões em quatro áreas terapêuticas: Anestesiologia, Infeção por Citomegalovírus (CMV), Pneumonia Nosocomial e Hepatologia.

Com o patrocínio científico de diferentes sociedades científicas, o congresso apresenta, ao longo de quatro dias, um programa “diversificado e focado na discussão e apresentação de ideias e experiências nas diferentes áreas”, das 20:30 às 22:30.

Desta forma, avança a MSD, “especialistas de todo o país vão poder aceder à plataforma, assistir e participar em debates, interagir com colegas da especialidade e consultar conteúdo científico relevante e atual”.

O primeiro dia de congresso, dia 29 de junho, será dedicado à Anestesiologia, abordando “temas inovadores”, como a pegada ecológica do ato anestésico e a presença destes profissionais nas redes sociais mas, também, uma reflexão sobre o papel atual e futuro desta especialidade, um update científico aos artigos mais relevantes recentemente publicados e uma abordagem ao tema das complicações pulmonares pós-operatórias.

No dia 30 de junho, dedicado à Infeção por CMV, serão abordados temas como a transplantação e investigação em Portugal, Mitos ou realidades: “o CMV ainda é o Troll da transplantação? e profilaxia do CMV: Sim ou Não? Um debate sobre temas atuais sobre a infeção por CMV”.

Na sessão digital de dia 1 de julho, as atenções estarão na Hepatologia, em que serão abordados, entre outras, as temáticas “Álcool: Política permissiva ou proibicionista?”, o carcinoma hepatocelular e a NASH (nonalcoholic fatty liver disease), a abordagem da Hepatite C em populações especiais, e um debate sobre o rastreio universal da Hepatite C.

Do último dia, o congresso dedica-se às novas abordagens à Pneumonia Nosocomial, procurando “proporcionar um debate sobre bactérias Gram negativo multirresistentes, com a respetiva atualização epidemiológica, a análise do Estudo STEP e dos dados nacionais de pneumonia nosocomial, e um prós e contras sobre o ceftalozano-tazobactam como regime poupador de carbapenemes”.

As inscrições estão abertas e decorrem no site do evento.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas