17.º Congresso Nacional de Oncologia será realizado em formato virtual
DATA
13/07/2020 18:57:51
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


17.º Congresso Nacional de Oncologia será realizado em formato virtual

“Diálogos e Sinergias em Oncologia” é o mote do 17.º Congresso Nacional de Oncologia (CNO), agendado para os dias 20 e 21 de novembro, em formato virtual.

Com o ajuste do congresso para uma plataforma digital, a Sociedade Portuguesa de Oncologia (SPO) diz exercer “a sua responsabilidade e papel aglutinador, formador e impulsionador do progresso da Oncologia nacional”.

Enquanto organizadora do evento, a SPO garante que a plataforma permite uma experiência de interação mais próxima possível do presencial e explica que será mantinha linha programática dos congressos anteriores, com sessões educacionais e plenárias, conferências, simpósios, proporcionando a mesma oportunidade de discussão, através das ferramentas digitais, seja no computador ou no smartphone.

“Neste formato virtual, mantém-se a oportunidade de mostrar o trabalho das equipas nacionais que submetam trabalhos científicos, com espaço próprio para comunicações orais e posters”, sublinha, sendo que os interessados em fazê-lo devem apresentar a sua candidatura até dia 24 de setembro.

Em destaque, nesta edição, estarão sete temas, nomeadamente: dados do RON, tumores hereditários, prevenção e rastreio, tratamento de suporte e hospitalização domiciliária, medicina de precisão, viver com cancro, e oncologia em tempo de Covid-19.

As inscrições para o CNO estão abertas e são feitas através do site do evento.

COVID e não-COVID: Investimentos para resolver novos e velhos problemas
Editorial | Rui Nogueira, Médico de Família e presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
COVID e não-COVID: Investimentos para resolver novos e velhos problemas

Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência terminou e o estado de calamidade passou, mas o problema de saúde mantem-se ativo. É urgente encontrar uma visão inovadora e adotar uma nova estratégia. As unidades de saúde precisam de encontrar respostas adequadas e seguras.

Mais lidas