Plataforma aponta aumento de procura por videoconsultas de Psicologia, Psiquiatria e Medicina Dentária
DATA
22/07/2020 12:25:10
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Plataforma aponta aumento de procura por videoconsultas de Psicologia, Psiquiatria e Medicina Dentária

 

A plataforma online de marcação de consultas Doctorino divulgou hoje dados que mostram que, durante o período de confinamento, houve uma maior procura por apoio psicológico, "registando um crescimento de 500% em relação aos primeiros meses do ano", e uma preferência pelo formato de videoconsultas.

De acordo com a Doctorino, que analisou a marcação de consultas através do seu site, além da área de Psicologia, as consultas de Psiquiatria aumentaram, neste caso, cerca de 25%, durante o período de confinamento, o que justifica com o “aparecimento e agravamento de sintomas como ansiedade, stress, angústia e medo”.

Refere ainda que a procura por tratamentos dentários “também aumentou ligeiramente”, considerando que o setor se “soube adaptar ao formato de videoconsulta, com tratamentos possíveis de serem feitos à distância”.

O formato das consultas foi também alterado, entre fevereiro e julho, uma vez que no início do ano a totalidade das consultas eram realizadas presencialmente e que, de março a maio, 93,68% dos pacientes optaram por ter uma consulta em formato vídeo, devido à pandemia.

 “No entanto, mesmo após o período de confinamento e com a reabertura de várias clínicas, a maioria dos portugueses que recorrem à Doctorino (95,93%) continuam a preferir as videoconsultas”, avança a plataforma.

O cofundador e CEO da Doctorino, Nuno Gonçalves, destaca: “Através destes dados, conseguimos ter uma noção do impacto da Covid-19 na saúde e das necessidades médicas dos portugueses. Além das especialidades mais procuradas, é curioso ver que, se até há bem pouco tempo, a telemedicina era algo impensável, a pandemia veio promover a preferência por um acompanhamento médico, a qualquer momento e em qualquer local, com a devida distância de segurança”.

“Este é um formato que veio, sem dúvida, revolucionar a relação entre médico e paciente e tonar a saúde mais acessível”, conclui.

Em comunicado, a plataforma refere que o fim do confinamento levou ao aumento da procura por novas categorias que estavam “adormecidas” nos meses anteriores, afirmando que, entre maio e julho, os portugueses começaram a marcar “cada vez mais” consultas de Ginecologia-Obstetrícia, Ortopedia, Implantologia e Análises Clínicas.

Lançada no início do ano, a Doctorino permite a marcação de consultas médicas, reunindo, até ao momento, cerca de 1300 profissionais especializados em várias áreas, entre as quais Clínica Geral, Dermatologia, Fisioterapia, Ginecologia-Obstetrícia, Terapia da fala, Psiquiatria, Pediatria, Oftalmologia e Nutrição.

#sejamestrelas
Editorial | António Luz Pereira
#sejamestrelas

Ciclicamente as capas dos jornais são preenchidas com o número de novos médicos. Por instantes todos prestam atenção aos números. Sim, para muitos são apenas números. Para nós, são colegas que se decidiram pelo compromisso com os utentes nas mais diversas áreas. Por isso, queremos deixar a todos, mas especialmente aqueles que abraçaram este ano a melhor especialidade do Mundo uma mensagem: “Sejam Estrelas”.

Mais lidas