Covid-19: Gabinete de Crise da OM emite seis recomendações para “antecipar o inverno”
DATA
10/08/2020 10:40:06
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Covid-19: Gabinete de Crise da OM emite seis recomendações para “antecipar o inverno”

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, e o Gabinete de Crise desta estrutura para a Covid-19, na sequência de uma reunião extraordinária que teve como objetivo analisar a atual situação epidemiológica nacional e internacional, emitiram um conjunto de seis recomendações que visam melhorar o combate à pandemia no imediato e preparar o inverno.

Com o mote “Antecipar, a melhor estratégia contra o vírus”, a lista de recomendações da OM começa por sugerir “maximizar a eliminação da atividade viral durante o verão, aproveitando as temperaturas mais elevadas, o aumento da radiação UV, a dispersão populacional e o encerramento das escolas”, bem como “promover a realização precoce do teste de diagnóstico nos contactos de alto risco de casos confirmados, dotando as estruturas dos meios técnicos e recursos humanos necessários”.

“Equacionar a utilização da máscara facial em espaços públicos abertos e de acordo com a avaliação do risco local, sem prejuízo da adoção das outras medidas de prevenção da transmissão e contribuindo para a proteção de outros vírus respiratórios” é outra das recomendações apontadas no documento a que o Jornal Médico teve acesso, à qual acresce a “elaboração de legislação específica e de normas de Saúde Pública para a realização de eventos de massas com critérios uniformes e coerentes e, no âmbito da pandemia a SARS-CoV-2, de acordo com a avaliação do risco e o nível de atividade epidémica”.

De acordo com a OM, é ainda fundamental, a curto-prazo, “facilitar o licenciamento, comercialização e aquisição de novos testes de diagnóstico para o SARS-CoV-2 e o vírus influenza, nomeadamente testes rápidos”, assim como “antecipar a vacinação contra a gripe e a possibilidade de prescrição em receita com validade até ao final do ano”.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas