Médicos criam Sociedade Portuguesa de Hérnia e Parede Abdominal
DATA
20/08/2020 11:03:35
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Médicos criam Sociedade Portuguesa de Hérnia e Parede Abdominal

Promover “a entrada do nosso país na Era Moderna da Cirurgia da Parede Abdominal” é o grande desiderato da recém-criada Sociedade Portuguesa de Hérnia e Parede Abdominal (SPHPA).

Quem o diz é a sua presidente, a especialista em Cirurgia Geral do Hospital de Braga Sónia Ribas, lembrando que “temos vindo a assistir a uma tendência para a crescente especialização em diferentes áreas da Cirurgia Geral e a Cirurgia da Hérnia e da Parede Abdominal não é uma exceção”. De acordo com a médica, “nos últimos anos, esta é uma das áreas que tem apresentado uma maior evolução, devido a constantes avanços técnicos e tecnológicos aplicados neste tipo de cirurgias”.

A SPHPA nasce, assim, “da necessidade de uma atenção mais dedicada a esta área e os nossos grandes objetivos são a divulgação e valorização da Cirurgia da Hérnia e da Parede Abdominal e a promoção da formação, atualização científica e da qualidade assistencial oferecida ao paciente, nesta patologia tão frequente”.  

O grupo de sócios fundadores da SPHPA integra os médicos Ana Rita Falcão (CH do Oeste – Torres Vedras), André Oliva (Hospital do Espírito Santo de Évora ), António Ferreira (CH Vila Nova de Gaia/Espinho), Filipa Taré (ULS Norte Alentejano – Portalegre), Gabriel Oliveira (Hospital Garcia de Orta), Gilberto Figueiredo (CH de Leiria), Manuel Mega (ULS Castelo Branco), Raquel Abreu (Cuf Torres Vedras), Raquel Sanchez (Hospital do Espírito Santo de Évora), Ricardo Souto (Hospital Garcia de Orta), Rogério Senhorinho (Hospital do Espírito Santo de Évora) e Sónia Ribas (Hospital de Braga).

“Somos um grupo jovem e motivado, que exerce a sua atividade em hospitais distribuídos pelas diferentes zonas geográficas de Portugal, que pretende desenvolver uma abordagem especializada e multidisciplinar da Cirurgia da Hérnia e da Parede Abdominal, disponível para colaborar com todos os profissionais e sociedades científicas da área da Cirurgia Geral ou de outras áreas com interesse nesta temática, que manifestem essa vontade”, adianta Sónia Ribas, em comunicado enviado ao Jornal Médico.

A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Joana Romeira Torres
A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
A Organização Mundial de Saúde alude que os Cuidados de Saúde Primários (CSP) são cruciais para a obtenção de promoção da saúde a nível global. Neste sentido, a Organização Mundial dos Médicos de Família (WONCA) tem estabelecido estratégias que têm permitido marcar posição dos mesmos na comunidade médica geral.

Mais lidas