Covid-19: DGS considera cumprimento com o cotovelo de “baixo risco” de contágio
DATA
15/09/2020 09:37:34
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Covid-19: DGS considera cumprimento com o cotovelo de “baixo risco” de contágio
A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, considerou hoje um gesto com “baixo risco” de contágio o cumprimento com o cotovelo, que se popularizou com a pandemia de Covid-19.

“Em relação ao cumprimento com os cotovelos, é um contacto muito rápido, não parece que constitui um risco porque é rápido e as pessoas muitas vezes estão a usar máscara”, disse Graça Freitas, na conferência de imprensa regular de atualização dos números da Covid-19 em Portugal.

A diretora-geral da Saúde foi questionado sobre o cumprimento com o cotovelo, depois de o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, ter desaconselhado este gesto.

Graça Freitas sublinhou que este gesto parece “não contribuir, nem deixe de contribuir, para evolução da pandemia”, uma vez que é um contacto que “não terá grande risco”.

Segundo a diretora-geral da Saúde, um contacto de alto risco implica um confronto face a face durante mais tempo.

A mudança necessária
Editorial | Jornal Médico
A mudança necessária

Os últimos meses foram vividos por todos nós num contexto absolutamente anormal e inusitado.

Atravessamos tempos difíceis, onde a nossa resistência é colocada à prova em cada dia, realidade que é ainda mais vincada no caso dos médicos e restantes profissionais de saúde. Neste âmbito, os médicos de família merecem certamente uma palavra de especial apreço e reconhecimento, dado o papel absolutamente preponderante que têm vindo a desempenhar no combate à pandemia Covid-19: a esmagadora maioria dos doentes e casos suspeitos está connosco e é seguida por nós.

Mais lidas