Covid-19: Marta Temido diz que é o momento do SNS mostrar que mereceu o investimento
DATA
15/10/2020 13:45:24
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Covid-19: Marta Temido diz que é o momento do SNS mostrar que mereceu o investimento

A ministra da Saúde afirmou ontem ter lido com atenção a carta aberta dos bastonários dos médicos e concorda que este é o momento de o Serviço Nacional de Saúde [SNS] mostrar aos portugueses que “valeu a pena” investir nele.

“Li com atenção [a carta aberta] e, sim, estou de acordo que este é o momento de o SNS mostrar aos portugueses que valeu a pena terem investido as suas escolhas, os seus impostos e o seu afeto no serviço público financiado por impostos e prestado, maioritariamente, por prestadores públicos”, disse Marta Temido na conferência de imprensa de atualização de informação sobre a pandemia em Portugal.

Na missiva publicada na página oficial da Ordem dos Médicos cinco ex-bastonários e o atual bastonário defendem que o reforço da resposta do SNS é urgente e que o SNS e os seus profissionais deram uma boa resposta aos doentes Covid-19, mas a tutela não parece ter aprendido a lição dos meses que passaram.

“É vital que haja uma mudança imediata de rumo na estratégia do SNS. O SNS está novamente exposto a uma disrupção grave no seu funcionamento, numa altura em que ainda nem sequer foi capaz de começar a recuperar o fortíssimo abalo sofrido ao longo dos últimos meses”, diz a carta aberta.

Para os médicos, não há tempo a perder, sendo este o momento de o SNS liderar uma resposta global, envolvendo, de acordo com as necessidades dos doentes, os setores privado e social, que permita aumentar o acesso a todos os cuidados de saúde com uma resposta inequívoca a todos os doentes e, através de programa excecional alargado, recuperar as listas de espera e os potenciais doentes “perdidos”.

É o momento de reforçar a capacidade de resposta da saúde pública, dos cuidados de saúde primários, da saúde ocupacional, da medicina hospitalar, e de reforçar o acesso à saúde nas zonas mais carenciadas, apontam os ex-bastonários e o atual bastonário da OM.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas