Projeto SMS: “Sucesso, Mente e Saúde” em ação na Figueira da Foz
DATA
16/10/2020 16:31:53
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Projeto SMS: “Sucesso, Mente e Saúde” em ação na Figueira da Foz
Com vista a promover a saúde mental, prevenir a depressão e combater o estigma social e o insucesso escolar associados, uma equipa da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra vai iniciar este mês o projeto “SMS”.

Este projeto “SMS”, acrónimo de “Sucesso, Mente e Saúde”, vai iniciar este mês em duas escolas do Agrupamento Figueira Norte, Escola Básica Pintor Mário Augusto e na Escola Secundária Cristina Torres, ambas na Figueira da Foz.

Segundo a organização, este projeto traduz-se numa intervenção de “banda larga”, significando que envolve não só todos os alunos, como também os seus pais e encarregados de educação, professores e outros profissionais das escolas e ainda técnicos da comunidade.

A intervenção é constituída por dois programas, um destinado aos jovens e outro aos educadores. O programa “SMSjovens” é constituído por 10 sessões, aplicadas uma por semana, numa lógica de aprendizagem combinada (presencial e remota).

Em cada sessão, com a duração de uma hora, são trabalhadas e treinadas competências baseadas na terapia cognitivo-comportamental, que se têm revelado eficazes na prevenção e tratamento de muitos problemas de saúde mental na adolescência, designadamente o mindfulness (atenção plena) e autocompaixão.

As 10 sessões que compõem o programa “SMSeducadores” visam promover competências de comunicação, de resolução de conflitos e de suporte emocional, entre outras, de modo a impactar positivamente na qualidade da relação com os adolescentes.

«Por exemplo, trabalha-se a relação entre pensamentos, comportamentos e emoções, são dinamizadas atividades de lazer para melhorar o estado de humor, treinam-se aptidões de comunicação positiva e de resolução de problemas», esclarece a coordenadora do projeto, Ana Paula Matos.

«Trata-se de uma intervenção preventiva, multinível e baseada em evidência científica. O projeto SMS tem a sua origem num projeto anterior, desenvolvido por esta mesma equipa, onde foram testados programas de prevenção da depressão, para adolescentes e pais, em 27 escolas portuguesas», acrescenta a docente da FPCEUC

No projeto, inclui-se ainda uma vertente tecnológica, nomeadamente a plataforma web “SMS eSaúde”, desenvolvida com a colaboração de investigadores do Departamento de Engenharia Informática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC).

Este projeto foi financiado pelo programa Portugal Inovação Social e pela Câmara Municipal da Figueira da Foz.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas