Covid-19: Camas de cuidados intensivos com ocupação de 70% no Norte
DATA
19/10/2020 12:31:14
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Covid-19: Camas de cuidados intensivos com ocupação de 70% no Norte

A ocupação das camas dedicadas à Covid-19 nos hospitais do Norte ascendia a meio desta semana a 61% na valência de enfermaria e a 70% no caso dos cuidados intensivos, segundo a Administração Regional de Saúde.

Numa resposta escrita enviada à Lusa, a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N) adiantou que os hospitais da região dispõem de 464 camas de enfermaria dedicadas à Covid-19, das quais 285 se encontravam ocupadas na quarta-feira (cerca de 61%).

Já nas Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), das 81 camas alocadas à doença, 57 estavam ocupadas no mesmo dia, o que corresponde a uma ocupação de cerca de 70%.

Segundo a ARS-N, nesta região a capacidade instalada para todas as patologias é de 5.489 camas de enfermaria e 308 camas de cuidados intensivos, num total de 16 equipamentos de saúde (nove centros hospitalares, quatro hospitais e três unidades de saúde local).

Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?
Editorial | Denise Cunha Velho
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?

Sou do tempo em que, na Zona Centro, não se conhecia a grelha de avaliação curricular, do exame final da especialidade. Cada Interno fazia o melhor que sabia e podia, com os conselhos dos seus orientadores e de internos de anos anteriores. Tive a sorte de ter uma orientadora muito dinâmica e que me deu espaço para desenvolver projectos e actividades que me mantiveram motivada, mas o verdadeiro foco sempre foi o de aprender a comunicar o melhor possível com as pessoas que nos procuram e a abordar correctamente os seus problemas. Se me perguntarem se gostaria de ter sabido melhor o que se esperava que fizesse durante os meus três anos de especialidade, responderei afirmativamente, contudo acho que temos vindo a caminhar para o outro extremo.