Exposição ‘Fundação BIAL - 25 anos’ disponível online

De modo a celebrar o seu 25º aniversário, a farmacêutica BIAL organizou uma exposição intitulada ‘Fundação BIAL – 25 Anos’, que esteve desde outubro de 2019 em exibição em várias faculdades e institutos médicos portugueses, e que agora se encontra disponível online.

A mostra resume o trabalho desenvolvido, com destaque para os momentos mais marcantes e para as atividades que concretizam a sua atuação: a atribuição de Prémios, os Apoios Financeiros a Projetos de Investigação Científica e os Simpósios “Aquém e Além do Cérebro”.

Segundo a Fundação BIAL, “Esta exposição presta também homenagem às pessoas que, de forma mais relevante, contribuíram para a constituição e desenvolvimento da Fundação: Nuno Grande, Manuel Baganha, Maria de Sousa, Robert Morris e Fernando Lopes da Silva”.

O curador da exposição e administrador da Fundação BIAL, Daniel Bessa, revela que “face à atual situação pandémica não foi possível cumprir todo o périplo inicialmente previsto para a exposição. Decidimos então adaptar-nos ao ‘novo normal’ e criar um micro site dedicado ao primeiro quarto de século da Fundação BIAL”. 

O presidente da Fundação BIAL, Luís Portela, recorda que “quando decidimos criar a Fundação, juntamente com o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, decidimos fazer diferente […] escolhemos financiar a investigação nas áreas da psicofisiologia e da parapsicologia.”

“Já em 2018, fruto da evolução a que assistimos na medicina e na ciência, decidimos criar um prémio internacional, o BIAL Award in Biomedicine. Penso que a história dos 25 anos da Fundação BIAL é uma história bonita que pretendemos continuar a construir, para contribuirmos para o esclarecimento da humanidade, sob o ponto de vista físico e sob o ponto de vista espiritual”, conclui Luís Portela.

A BIAL é considerada a primeira instituição mecenática portuguesa de carácter privado a dedicar-se às ciências médicas, através do seu programa de Apoios à Investigação Científica. A Fundação BIAL financiou 691 projetos que envolveram cerca de 1.500 investigadores provenientes de 25 países.

O papel mecenático da instituição é também evidenciado pela atribuição de distinções como o Prémio BIAL de Medicina Clínica e o BIAL Award in Biomedicine, que já distinguiu 288 investigadores, autores de 103 trabalhos premiados. 

A Fundação BIAL é administrada por representantes de BIAL e do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas. O Conselho Científico da Fundação, presidido pelo neurocientista António Damásio, é hoje composto por 54 professores de 14 países, entre os quais algumas das grandes figuras da ciência a nível internacional. 

A mostra encontra-se disponível em: https://www.bial.com/pt/fundacao-bial/25-anos/.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas