Grupo Lusíadas abre hospital em Braga que representa investimento de 10 M€
DATA
30/10/2020 15:22:06
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Grupo Lusíadas abre hospital em Braga que representa investimento de 10 M€

O grupo Lusíadas Saúde vai abrir na segunda-feira um hospital na cidade de Braga, num projeto que envolveu um investimento de 10 milhões de euros, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o grupo diz que o hospital contará com cerca de 400 colaboradores, entre a equipa de profissionais que já colaboravam com o grupo na Clínica de Santa Tecla e a contratação de novos profissionais.

O projeto resultou de um acordo com a Santa Casa da Misericórdia de Braga.

O novo hospital está instalado no centro de Braga e resultou da reabilitação do antigo hospital de São Marcos.

Em termos de capacidade, a unidade contará com 37 gabinetes de consulta, além de salas de tratamento e exames, salas de bloco operatório e uma Unidade de Imagiologia, com equipamentos “de última geração com resposta para diagnósticos diferenciados”.

“É ainda de salientar que este hospital é a primeira unidade privada de Braga dedicada em exclusivo à cirurgia de ambulatório”, acrescenta o comunicado.

Segundo o grupo Lusíadas, a nova unidade hospitalar “pretende amplificar a resposta do grupo numa altura em que aumentam as necessidades impostas pela pandemia de covid-19”.

“A unidade contará com toda a experiência clínica e capital humano da Clínica Médica de Santa Tecla, mantendo-se a mesma ativa e em total articulação com o Hospital Lusíadas Braga, para um conjunto de serviço específicos”, lê-se ainda no comunicado.

Citado no comunicado, o CEO da Lusíadas Saúde, Vasco Antunes Pereira, refere que a abertura do novo hospital em plena pandemia “vai ser uma mais-valia para todos os bracarenses”.

“Esta é uma cidade com mais de 135 mil habitantes, integrada numa região com cerca de um milhão de habitantes, e acreditamos, através da nossa missão e proposta de valor, que temos tudo para ser uma unidade de referência em Braga, para todos os que nos procurarem”, destacou.

O comunicado diz ainda que o novo Hospital Lusíadas Braga “pretende ser um hospital de referência quer em tecnologia, quer na humanização e excelência dos cuidados de saúde e vai assumir-se como um centro clínico com forte pendor de ambulatório, equipado com todos os meios necessários para uma abordagem médica transversal”.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas