Webinar promovido pelo Jornal Médico analisa psoríase além da pele
DATA
06/11/2020 12:45:54
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Webinar promovido pelo Jornal Médico analisa psoríase além da pele

Olhar para a psoríase como uma doença que se manifesta muito além do nosso maior órgão, a pele, é o grande desiderato de um webinar promovido pelo nosso jornal, que decorrerá no próximo dia 11 de novembro, às 19 horas, contando com a participação de especialistas de Dermatologia e Psiquiatria.

A articulação entre os cuidados de saúde primários e a Dermatologia, no tratamento da psoríase, marcará o início da sessão. O tema será apresentado pela dermatologista do Hospital de Santo António dos Capuchos Joana Cabete, que falará sobre o diagnóstico, as comorbilidades associadas a esta patologia e os critérios de referenciação dos doentes.

No entanto, e pese embora seja uma doença “predominantemente dermatológica e articular”, a psoríase tem impacto em outros órgãos, sendo um deles o cérebro. Questão que caberá ser esmiuçada pelo psiquiatra Gustavo Jesus, diretor clínico do Centro PIN e assistente hospitalar no Centro Hospitalar Lisboa Central, que adianta: “Através de mecanismos inflamatórios e não só, a função cerebral alterada traduz-se em elevadas prevalências de perturbações depressivas e ansiosas nos doentes com psoríase. Clinicamente, destacam-se os sintomas depressivos e ansiosos, além da vivência de stress associada a fatores específicos desta doença”.

Neste debate online será assim discutida a interação de vários fatores etiológicos comuns entre a psoríase e as doenças psiquiátricas, de forma a compreender as possibilidades de intervenção com impacto prognóstico bidirecional.

A moderação desta conversa na web, promovida pelo Jornal Médico com o apoio da LEO Pharma, ficará a cargo do dermatologista do Hospital Lusíadas Rui Tavares Bello.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas