1.º Congresso virtual de Dermatologia e Venereologia distingue casos clínicos com prémios
DATA
23/11/2020 17:17:42
AUTOR
Jornal Médico
1.º Congresso virtual de Dermatologia e Venereologia distingue casos clínicos com prémios

A Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia atribuiu vários prémios a casos clínicos e comunicações científicas no seu primeiro Congresso Virtual,que decorreu nos dias 21 e 22 de novembro.

Os prémios foram atribuídos por três categorias: Melhor Caso Clínico, Melhor Comunicação e Melhor Poster. Em todas as categorias foram distinguidos dois vencedores em ex aequo.

O Prémio de Melhor Caso Clínico foi atribuído a Joana Calvão e à sua equipa de autores, do Serviço de Dermatologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, que receberam o prémio pelo trabalho Carcinoma basocelular metastático: quando o improvável acontece.

A segunda distinção nesta categoria foi para o caso Rinoentomoftoromicose: a causa de uma face dismórfica, da autoria de Ana Marcos-Pinto e equipa de autores, da Clínica Universitária de Dermatologia do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Na categoria Prémio de Melhor Comunicação, os prémios foram para Rita Pimenta, do Serviço de Dermatologia do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, que em conjunto com os restantes autores recebeu o prémio pela publicação:  Miopatias inflamatórias com envolvimento cutâneo: uma abordagem multidisciplinar.  

Katarína Kieselová, do Serviço de Dermatologia do Centro Hospitalar de Leiria, que juntamente com a sua equipa de autores foi também distinguida pela publicação: Paniculite lúpica: análise clínico-patológica.

O Prémio de Melhor Poster foi atribuído em ex aequo a Sofia Antunes-Duarte, do Serviço de Dermatologia do Hospital de Santa Maria, e a Ângela Roda do mesmo serviço de dermatologia. As autoras dos posters receberam o prémio em conjunto com a sua equipa de autores, sendo que Sofia Antunes-Duarte recebeu a distinção pelo trabalho: Doença de Hailey-Hailey: identificação de uma nova mutação genética e Ângela Roda recebeu o prémio pelo poster intitulado: O papel da dermatoscopia na diferenciação entre basalioma e outros tumores cutâneos não pigmentados.

A mudança necessária
Editorial | Jornal Médico
A mudança necessária

Os últimos meses foram vividos por todos nós num contexto absolutamente anormal e inusitado.

Atravessamos tempos difíceis, onde a nossa resistência é colocada à prova em cada dia, realidade que é ainda mais vincada no caso dos médicos e restantes profissionais de saúde. Neste âmbito, os médicos de família merecem certamente uma palavra de especial apreço e reconhecimento, dado o papel absolutamente preponderante que têm vindo a desempenhar no combate à pandemia Covid-19: a esmagadora maioria dos doentes e casos suspeitos está connosco e é seguida por nós.

Mais lidas