Covid-19: OMS e Pfizer assinam acordo para 40 milhões de vacinas
DATA
25/01/2021 14:01:35
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Covid-19: OMS e Pfizer assinam acordo para 40 milhões de vacinas
O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, anunciou que a plataforma COVAX, de distribuição de vacinas contra a Covid-19, assinou um acordo com a Pfizer-BioNTech para adquirir 40 milhões de vacinas.

Numa conferência de imprensa virtual, o diretor-geral da OMS explicou também que espera que quase 150 milhões de vacinas AstraZeneca-Oxford estejam disponíveis para distribuição pela COVAX, no primeiro trimestre deste ano.

“Juntos, estes anúncios significam que a COVAX poderia começar a entregar doses em fevereiro, desde que possamos finalizar um acordo de fornecimento para a vacina Pfizer/BioNTech, e uma listagem de utilização de emergência para a vacina AstraZeneca/Oxford. A COVAX está a caminho de entregar dois mil milhões de doses até ao final deste ano”, disse o responsável, em comunicado.

O diretor executivo da farmacêutica Pfizer, Albert Bourla, que participou igualmente na conferência de imprensa, afirmou que está “comprometido com a partilha das vacinas e com o apoio aos países menos desenvolvidos”.

 “As vacinas serão fornecidas a preço de custo e que serão entregues no primeiro trimestre deste ano”, concluiu.

A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Joana Romeira Torres
A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
A Organização Mundial de Saúde alude que os Cuidados de Saúde Primários (CSP) são cruciais para a obtenção de promoção da saúde a nível global. Neste sentido, a Organização Mundial dos Médicos de Família (WONCA) tem estabelecido estratégias que têm permitido marcar posição dos mesmos na comunidade médica geral.

Mais lidas