SPC alerta que doenças cardiovasculares são a principal causa de morte das mulheres em Portugal
DATA
08/03/2021 15:05:21
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




SPC alerta que doenças cardiovasculares são a principal causa de morte das mulheres em Portugal
A Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC) alertou que as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte das portuguesas e que, em conjunto com o acidente vascular cerebral (AVC), matam 1 em cada 3 mulheres.

De acordo com a SPC, em comunicado, “a doença coronária é a principal causa de morte na mulher das sociedades ocidentais, ultrapassando o cancro da mama, cancro uterino e a mortalidade periparto e, de salientar também que as doenças cardíacas matam mais mulheres que homens e são mais fatais que todas as causas de cancro combinadas”.

A vice-Presidente da SPC, Cristina Gavina afirma que “80 por cento destas mortes podem ser prevenidas com alterações nos estilos de vida e educação, além de se considerar que a doença coronária na mulher está subdiagnosticada e há um reconhecido subtratamento”. 

Face a esta realidade, a entidade lançou a campanha de sensibilização e awareness “Bem Me Quero” sobre as doenças cardiovasculares na mulher, “de forma a construir uma plataforma de conhecimento entre o público feminino que está menos desperto para esta doença e que, num momento de confinamento, tende a ficar para segundo plano”.  

Crónicas de uma pandemia anunciada
Editorial | Jornal Médico
Crónicas de uma pandemia anunciada

Era 11 de março de 2020, quando a Organização Mundial de Saúde declarou o estado de Pandemia por COVID-19 e a organização dos serviços saúde, como conhecíamos até então, mudou. Reorganizaram-se serviços, redefiniram-se prioridades, com um fim comum: combater o SARS-CoV-2 e evitar o colapso do Serviço Nacional de Saúde, que, sem pandemia, já vivia em constante sobrecarga.

Mais lidas