Vacina de dose única da Janssen contra a Covid-19 autorizada pela Comissão Europeia
DATA
11/03/2021 18:04:42
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Vacina de dose única da Janssen contra a Covid-19 autorizada pela Comissão Europeia

A vacina de dose única para a Covid-19 da Janssen, companhia farmacêutica do Grupo Johnson & Johnson, foi autorizada pela Comissão Europeia tendo recebido também autorização de introdução no mercado condicional da Agência Europeia do Medicamento (EMA).

Esta autorização é concedida após parecer positivo por parte do Comité de Medicamentos de Uso Humano (CHMP) da EMA e é válida em todos os 27 estados membros da União Europeia (UE), bem como na Noruega, Islândia e Liechtenstein.

Os dados da Fase 3 dos testes demonstraram que a vacina foi bem tolerada e teve 85% de eficácia na prevenção de doença grave nas diferentes regiões estudadas, demonstrando também proteção contra hospitalizações e mortes relacionadas com a Covid-19, a partir do 28º dia após a vacinação.

“Estamos entusiasmados com a Autorização de Introdução no Mercado condicional por parte da Comissão Europeia que permitirá à nossa vacina de dose única chegar a muitas mais comunidades que dela precisam, continuando a fazer tudo o que está ao nosso alcance para acabar com esta pandemia”, disse Alex Gorsky, Chairman and Chief Executive Officer da Johnson & Johnson.

A Johnson & Johnson espera iniciar a entrega das vacinas nos Estados Membros da União Europeia na segunda metade de abril, pretendendo distribuir 200 milhões de doses ao longo de 2021 até ao final de 2021. Em Portugal o objetivo é distribuir 1,25 milhões de doses a partir da segunda metade de abril, e um total de 4,5 milhões de doses até ao final do ano.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas