Pfizer promove conversas sobre os novos desafios no futuro da saúde
DATA
24/03/2021 09:28:10
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Pfizer promove conversas sobre os novos desafios no futuro da saúde

A Pfizer lançou a 2.ª edição das Pfizer Talks, um programa de conversas informais com peritos na área da saúde, que terá convidados a abordarem as suas perspetivas da saúde nos tempos que correm, analisando também o impacto e os desafios que a pandemia trouxe.

 

“Como interlocutores na área da saúde, na Pfizer preocupamo-nos em encontrar respostas para estas e outras perguntas. Para evitar que, num cenário semelhante ao que temos vivido, profissionais e hospitais não sintam uma pressão avassaladora que, no fim de contas, nos custará vidas humanas”, explica o diretor-geral da Pfizer em Portugal, Paulo Teixeira, em nota enviada.

Ao longo desta temporada das Pfizer Talks, vários especialistas “vão explicar o papel do Estado na garantia do direito universal à saúde, como melhorar a equidade no acesso aos cuidados de saúde, mas também qual o papel das redes sociais como fonte de informação, como podemos fugir às fake news e qual o modo como equilibrar o papel do público e do privado neste setor”.

Os episódios da 2.ª temporada das Pfizer Talks são lançados semanalmente. O primeiro episódio contou com Adalberto Campos Fernandes, que falou “de políticas de saúde e dos seus custos”.

Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?
Editorial | Denise Cunha Velho
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?

Sou do tempo em que, na Zona Centro, não se conhecia a grelha de avaliação curricular, do exame final da especialidade. Cada Interno fazia o melhor que sabia e podia, com os conselhos dos seus orientadores e de internos de anos anteriores. Tive a sorte de ter uma orientadora muito dinâmica e que me deu espaço para desenvolver projectos e actividades que me mantiveram motivada, mas o verdadeiro foco sempre foi o de aprender a comunicar o melhor possível com as pessoas que nos procuram e a abordar correctamente os seus problemas. Se me perguntarem se gostaria de ter sabido melhor o que se esperava que fizesse durante os meus três anos de especialidade, responderei afirmativamente, contudo acho que temos vindo a caminhar para o outro extremo.