SPACV promove webinars sobre Atualização em Terapia Compressiva dos Membros Inferiores
DATA
29/03/2021 14:17:35
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



SPACV promove webinars sobre Atualização em Terapia Compressiva dos Membros Inferiores
Numa ação conjunta com a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) e a Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), a Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular (SPACV) promove, nos dias 5 e 7 de abril, dois webinars sobre a Atualização em Terapia Compressiva dos Membros Inferiores.

Os eventos, que decorrem no âmbito da Vein Week e das celebrações do Dia Mundial da Saúde, vão contar com a participação do presidente da APMGF, Nuno Jacinto, no dia 5, e do presidente da SPMI, João Araújo Correia, no dia 7. Ambas as sessões são moderadas pelo presidente da SPACV, Armando Mansilha.

Os temas em debate no dia 5 de abril são a Compressão Elástica em Contexto de Trombose Venosa Profunda, com a intervenção de Frederico Bastos Gonçalves, da SPACV, e de José Pedro Machado, da APMGF; a Compressão Elástica na Doença Venosa Crónica, com o contributo de Joel Sousa e de Maria Helena Gonçalves, da APMGF, e por último, a Terapia Compressiva no Contexto de Úlcera Venosa, com José Pereira Albino e David Rodrigues, também da APMGF.

Já no dia 7, as apresentações vão centrar-se na Profilaxia Mecânica de Tromboembolismo Venoso, contando com Carolina Guedes, da SPMI, e Luís Mendes Pedro, da SPACV, seguindo-se a sessão sobre Compressão Elástica em Contexto de Trombose Venosa Profunda, com Frederico Bastos Gonçalves, da SPACV, e José Meireles, da SPMI.

A inscrição para o webinar de 5 de abril pode ser feita neste link.

E os interessados nas sessões de dia 7 podem inscrever-se neste link.

Crónicas de uma pandemia anunciada
Editorial | Jornal Médico
Crónicas de uma pandemia anunciada

Era 11 de março de 2020, quando a Organização Mundial de Saúde declarou o estado de Pandemia por COVID-19 e a organização dos serviços saúde, como conhecíamos até então, mudou. Reorganizaram-se serviços, redefiniram-se prioridades, com um fim comum: combater o SARS-CoV-2 e evitar o colapso do Serviço Nacional de Saúde, que, sem pandemia, já vivia em constante sobrecarga.

Mais lidas