Sanofi vai fabricar até 200 milhões de doses da vacina da Moderna a partir de setembro de 2021
DATA
26/04/2021 16:44:51
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Sanofi vai fabricar até 200 milhões de doses da vacina da Moderna a partir de setembro de 2021

A Sanofi Pasteur anunciou hoje um acordo para fabricar até 200 milhões de doses da vacina da Moderna contra a Covid-19, em Ridgefield, nos Estados Unidos da América, a partir de setembro de 2021. O acordo tem como principal objetivo ajudar na resposta das necessidades de abastecimento globais das vacinas contra a Covid-19.

Com este novo acordo, a farmacêutica Sanofi é a “única empresa a apoiar a capacidade e expertise de produção de três vacinas Covid-19 diferentes, além de avançar no desenvolvimento das suas duas vacinas candidatas”, conforme comunicado enviado. 

A farmacêutica está igualmente a colaborar com a GSK no desenvolvimento de uma vacina candidata contra o novo coronavírus, “através do uso da tecnologia baseada em proteína recombinante de que a Sanofi dispõe para o desenvolvimento de uma das suas vacinas para a gripe sazonal, combinada com a plataforma de adjuvante pandémica estabelecida da GSK”, lê-se também em comunicado.

Além da colaboração com a GSK, a Sanofi está a desenvolver uma vacina de RNA mensageiro em parceria com a Translate Bio. Em março deste ano, a Sanofi e a Translate Bio iniciaram um ensaio clínico de Fase 1/2 da sua vacina candidata de mRNA Covid-19, a fim de avaliar a segurança, a resposta imune e a reatogenicidade, após os dados pré-clínicos mostrarem altos níveis de anticorpos neutralizantes.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas