Estudo revela que 30% dos portugueses com doença grave acusam a pandemia de prejudicar a sua saúde
DATA
11/05/2021 10:49:47
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Estudo revela que 30% dos portugueses com doença grave acusam a pandemia de prejudicar a sua saúde

Um estudo sociológico sobre a saúde em Portugal revelou que 30% dos portugueses com doença grave acusam a pandemia de prejudicar a sua saúde.

O estudo “A Saúde dos Portugueses: um BI em nome próprio”, que teve como consultora científica a presidente do Conselho Disciplinar da Ordem dos Médicos, Maria do Céu Machado, concluiu que existiu um pior acompanhamento médico de doenças ou problemas durante a pandemia, conforme nota enviada. Um em cada cinco inquiridos admitiu que “reduziu o recurso a médicos por rotina ou prevenção”. 

Apesar de não reconhecer implicações significativas da pandemia no estado de saúde da população, com 69% dos inquiridos a indicar que a pandemia não teve qualquer impacto na sua saúde, o trabalho, realizado no âmbito dos 25 anos da Médis, demonstrou que 28% dos participantes reconheceu algum efeito negativo, sendo que 62% atribui ao ‘sedentarismo’ e 52% à ‘ansiedade’.

Segundo a investigação, 13,5% dos inquiridos reconhece que a pandemia está na base de uma “sensação de descontrolo sobre a sua própria saúde”, acreditando-se que ainda estão por apurar as marcas da Covid-19, ao nível da saúde física e mental.

#sejamestrelas
Editorial | António Luz Pereira
#sejamestrelas

Ciclicamente as capas dos jornais são preenchidas com o número de novos médicos. Por instantes todos prestam atenção aos números. Sim, para muitos são apenas números. Para nós, são colegas que se decidiram pelo compromisso com os utentes nas mais diversas áreas. Por isso, queremos deixar a todos, mas especialmente aqueles que abraçaram este ano a melhor especialidade do Mundo uma mensagem: “Sejam Estrelas”.

Mais lidas