ARSLVT lança campanha de rastreio do cancro do cólon e reto
A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) lançou esta semana uma campanha de promoção de rastreio do cancro do cólon e reto, dirigida a profissionais de saúde e a utentes.

A campanha em causa tem como objetivo aumentar o número de rastreios na área, através da divulgação de conteúdos audiovisuais informativos, conforme nota enviada.

Este rastreio, destinado a pessoas com idades entre os 50 e os 74 anos, consiste na realização de um “teste de pesquisa de sangue oculto nas fezes”.

Contextualizando o tema, o cancro do cólon e do reto é o cancro mais frequentemente diagnosticado e a segunda principal causa de morte por neoplasia na Europa, sendo considerado um importante problema de saúde pública na União Europeia.

Em Portugal, em 2015, figurava como o terceiro cancro mais frequente, sendo o terceiro mais frequente nos homens e o segundo nas mulheres.

MGF 2020-30: Desafios e oportunidades
Editorial | Gil Correia
MGF 2020-30: Desafios e oportunidades

Em março de 2020 vivemos a ilusão de que algumas semanas de confinamento nos libertariam para um futuro sem Covid-19. No resto do ano acreditámos que em 2021 a realidade voltaria. Mas, por definição, a crise é uma mudança de paradigma. O normal mudou. Importa que a Medicina Geral e Familiar se adapte e aproveite as oportunidades criadas. A Telemedicina, a desburocratização e um ambiente de informação, amigável flexível e unificado são áreas que me parecem fulcrais na projeção da MGF no futuro.

Mais lidas